Força-Tarefa pelo Fim das Obras Paralisadas no Cariri tem balanço positivo

Força-Tarefa pelo Fim das Obras Paralisadas no Cariri tem balanço positivo

Força-Tarefa pelo Fim das Obras Paralisadas no Cariri tem balanço positivo

De 22 de março a 5 de maio, foi realizada em Juazeiro do Norte, mais uma edição da Força Tarefa pelo Fim das Obras Paralisadas, fruto da parceria entre a Aprece e a Caixa Econômica Federal. O mutirão de atendimento atingiu suas metas previstas com a realização de reuniões com 55 dos 58 municípios convidados, totalizando uma presença de aproximadamente 94%.

Os encontros contemplaram os municípios da Região do Cariri, contando com a participação de prefeitos, além de secretários, assessores e engenheiros. Durante a ação, foram acordados prazos, devidamente registrados em ata, entre a Representação de Governo da Caixa em Juazeiro do Norte (Regov/JN) e os representantes dos municípios. As datas estabelecidas dizem respeito à execução de ações que visam uma melhor efetividade das operações, principalmente para retomada de obras paralisadas e/ou atrasadas e conclusão dos serviços.

Ao todo, foram discutidos 404 contratos de repasse e termos de compromisso do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Segundo o coordenador da filial REGOV/JN, Victor Bolchi Berestinas, a força-tarefa teve resultado positivo, resolvendo várias pendências e estabelecendo, para outras, prazos exequíveis para resolução.

A Aprece ressalta que, em julho, a iniciativa prevê a realização de uma repescagem com os municípios que estabeleceram prazos e que, por alguma razão, não tenham conseguido solucionar os problemas apresentados.

Clique AQUI  e veja as fotos.

As informações são da APRECE

Leia também




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade




Facebook

Publicidade

Enquetes

VOCÊ É A FAVOR DO PORTE DE ARMAS PARA QUALQUER PESSOA?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2018 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados

Malformação associada à epilepsia grave tem mecanismo desvendado

Malformação associada à epilepsia grave tem mecanismo desvendado

Malformação associada à epilepsia grave tem mecanismo desvendado

Foto: Ilustração/Internet

Uma das causas mais comuns de epilepsia refratária ao tratamento farmacológico – doença considerada de difícil controle – é uma malformação cerebral conhecida como displasia cortical focal.

Pacientes com esse problema apresentam uma discreta desorganização na arquitetura de uma região específica do córtex, que pode ou não estar associada à presença de células nervosas com estrutura e funcionamento anormais.

Um novo estudo, feito na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), sugere que a desregulação na expressão de um gene chamado NEUROG2, importante para o processo de diferenciação dos neurônios e também das células da glia (astrócitos, oligodendrócitos e micróglias), teria um papel-chave no desenvolvimento da doença.

“Mostramos que no tecido cerebral de pacientes com displasia cortical focal a expressão do microRNA hsa-miR-34a está reduzida e isso parece resultar na superexpressão de NEUROG2. Esse fator pode estar associado a falhas no processo de diferenciação das células nervosas”, disse Iscia Lopes-Cendes, professora da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp e orientadora da pesquisa.

A investigação foi realizada durante o doutorado de Simoni Avansini, em estudo no âmbito do Instituto Brasileiro de Neurociência e Neurotecnologia (BRAINN), um Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPID) financiado pela FAPESP. Resultados foram divulgados recentemente no periódico Annals of Neurology.

“Nossos achados se baseiam na análise do tecido cerebral de 16 pacientes com displasia cortical focal do tipo 2 – aquele que além da desorganização cortical também apresenta as células nervosas aberrantes, entre elas neurônios dismórficos, que permanecem em constante estado de excitação e, por isso, favorecem as crises epilépticas”, explicou Cendes.

Nesses casos, acrescentou a pesquisadora, a remoção cirúrgica da área malformada do cérebro é a única estratégia disponível para controlar os sintomas da epilepsia. Mas isso só é possível quando não se trata de uma região nobre do cérebro, como aquelas associadas à visão, audição, fala e demais funções essenciais do organismo.

Segundo Cendes, cerca de 25% dos pacientes com epilepsia refratária com indicação para cirurgia têm displasia cortical focal. Entre crianças, porém, o índice é bem mais alto, sendo a malformação no córtex a principal causa de epilepsia de difícil controle na infância.

Estudos anteriores associaram o aparecimento de displasia cortical focal a mutações em uma via de sinalização celular mediada pela proteína mTOR (proteína alvo da rapamicina em mamíferos, na sigla em inglês), que leva a uma proliferação anormal de células quando hiperativa. Contudo, essas mutações somáticas (presentes no tecido displásico, mas não nas demais células dos pacientes) foram encontradas em aproximadamente um quarto dos afetados pela doença – não sendo capazes, portanto, de explicar todos os casos de malformação cerebral.

Na amostra analisada pelo grupo de Cendes, 28% dos pacientes com displasia tinham mutações somáticas na via da mTOR.

Regulação por microRNA

Com o objetivo de descobrir outras possíveis causas da malformação cerebral, os pesquisadores decidiram conduzir nos tecidos extraídos de pacientes atendidos na Unicamp uma análise da expressão de microRNAs – pequenas moléculas de RNA que não contêm informações para a síntese de proteínas, mas que são capazes de se ligar a genes codificadores e modular sua expressão.

Por uma técnica conhecida como microarray, foi analisado um conjunto de 800 microRNAs. A ideia era identificar, de modo indireto, genes importantes para o desenvolvimento cerebral que poderiam estar desregulados no tecido displásico. Os resultados foram comparados com os de pessoas sem a doença submetidas à autópsia (grupo controle).

“Notamos diferença na expressão de apenas três microRNAs: hsa-let-7f, hsa-miR-31 e hsa-miR-34. Fomos então investigar por técnicas de bioinformática com quais genes essas moléculas poderiam estar interagindo. Chegamos a uma lista com 10 candidatos”, disse Cendes.

O grupo então analisou a expressão desses 10 genes suspeitos nos tecidos dos 16 pacientes e do grupo controle e concluiu que apenas NEUROG2 estava superexpresso no grupo com displasia cortical focal.

“O microRNA ao se ligar ao gene inibe sua expressão. Portanto, quando a expressão do microRNA está reduzida, o gene fica mais ativo. É uma regulação ao contrário. Como NEUROG2 parece ser um gene importante para o desenvolvimento do cérebro, decidimos aprofundar as análises”, contou Cendes.

Combinando duas técnicas diferentes – PCR (reação em cadeia da polimerase) e hibridação in situ – o grupo da Unicamp conseguiu mostrar que NEUROG2 estava de fato com a expressão aumentada justamente nas células nervosas aberrantes encontradas no tecido displásico – tanto os neurônios dismórficos quanto as células em balão, que apresentam marcadores de células-tronco, de neurônios e de células da glia.

Para comprovar que o aumento na expressão estava relacionado à redução em hsa-miR-34a, o grupo realizou os chamados ensaios de ligação. Os resultados do experimento mostraram que de fato o microRNA é capaz de se ligar a uma região importante do gene NEUROG2 e inibir sua atividade.

“Resolvemos ir ainda um pouco mais adiante na investigação e mostramos que, no tecido dos pacientes displásicos, o gene RND2 – que é regulado por NEUROG2 e integra a mesma via de sinalização – também está superexpresso. Isso não foi observado no tecido controle”, contou Cendes.

Dados da literatura científica indicam que a via do NEUROG2 é importante para regular o processo de diferenciação das células nervosas. De acordo com Cendes, durante o desenvolvimento embrionário, primeiro deve ocorrer um processo de neurogênese (formação de novos neurônios) e, em seguida, a gliogênese (formação de células da glia).

“Acreditamos que com o NEUROG2 superexpresso essa transição da neurogênese para a gliogênese não ocorre de maneira adequada, pois o sinal que estimula a neurogênese fica ativo quando não mais deveria estar. Essa desregulação permanece no tecido displásico desde o desenvolvimento embrionário até a vida adulta”, disse a pesquisadora.

Resta ainda descobrir o que poderia causar a queda na expressão de hsa-miR-34 nesses pacientes. Na avaliação de Cendes, a explicação pode estar relacionada tanto a fatores genéticos (polimorfismos e mutações), quanto epigenéticos (fatores ambientais que alteram a expressão gênica sem modificar o DNA).

“É possível que a desregulação de hsa-miR-34 esteja relacionada a um fator ambiental, como uma infecção viral durante a gestação, por exemplo. São hipóteses que ainda precisam ser testadas em pesquisas futuras”, disse.

JORNAL DO BRASIL

Leia também




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade




Facebook

Publicidade

Enquetes

VOCÊ É A FAVOR DO PORTE DE ARMAS PARA QUALQUER PESSOA?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2018 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados

Acusado de latrocínio que vitimou professor em Aurora é preso pela polícia civil no interior paulista

Acusado de latrocínio que vitimou professor em Aurora é preso pela polícia civil no interior paulista

Acusado de latrocínio que vitimou professor em Aurora é preso pela polícia civil no interior paulista

AGÊNCIA CARIRICEARA.COM
Com informações e foto da Policia Civil

Uma ação conjunta entre as Polícias Civis dos Estados de São Paulo e Ceará, em Jacareí, no interior paulista, resultou no cumprimento de mandado de prisão preventiva contra Francisco Adenilton Gomes do Nascimento, 26 anos de idade, conhecido como “Denim”, réu da ação penal em trâmite na comarca de Aurora devido homicídio de Paulo Gonçalves de Aquino, de 33 anos, professor da rede municipal de ensino, ocorrido no dia 11 de outubro de 2012.

No início da noite do dia anterior ao crime o professor havia saído de casa logo após receber um telefonema, e não mais retornou e nem foi visto nos lugares que costumava frequentar.

O corpo de Paulo de Aquino foi encontrado por populares no Sítio Olho D´água, zona rural de Aurora.

Nos levantamentos feitos pela polícia militar também foi constatado que haviam sido roubados da vítima a sua motocicleta Honda Fan 125 de cor vermelha, ano 2011, e placa OCR-0650, inscrição do Ceará, o capacete, o celular e o salário que havia recebido.

Na época o crime chocou a comunidade de Aurorense em razão da crueldade e barbaridade contra a vítima que teve o corpo carbonizado após sofrer disparos de arma de fogo.

“Denim” estava foragido desde o crime quando foi capturado nesta manhã em trabalho conjunto das polícias civis de Aurora e Jacareí.

De acordo com a Polícia Civil, as investigações estão dando continuidade a fim de identificar a participação de outros suspeitos no crime. O réu permanecerá preso à disposição do Poder judiciário na comarca de Aurora.

Leia também




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade




Facebook

Publicidade

Enquetes

VOCÊ É A FAVOR DO PORTE DE ARMAS PARA QUALQUER PESSOA?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2018 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados

STF torna Geddel, irmão e mãe réus no caso dos R$ 51 milhões

STF torna Geddel, irmão e mãe réus no caso dos R$ 51 milhões

STF torna Geddel, irmão e mãe réus no caso dos R$ 51 milhões

Geddel foi preso preventivamente em 8 setembro do ano passado

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (8), por unanimidade, pelo recebimento da denúncia por lavagem de dinheiro e associação criminosa contra o ex-ministro Geddel Vieira Lima; seu irmão, o deputado Lúcio Vieira Lima (MDB-BA); e a matriarca da família, Marluce Vieira Lima, de 84 anos.

O caso está relacionado aos R$ 51 milhões em espécie encontrados no apartamento de um amigo de Geddel em Salvador. Ele foi preso preventivamente em 8 setembro do ano passado, três dias após o dinheiro ser encontrado. Posteriormente, um fragmento de impressão digital encontrado no material apreendido foi apontado pela Polícia Federal como sendo do ex-ministro.

Fachin afirmou haver “elementos suficientes” para justificar a abertura de ação penal, com base em depoimentos, provas documentais e periciais. Em breves votos, os ministros Dias Toffoli, Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski e Celso de Mello acompanharam o relator.

O relator descreveu crimes de corrupção e peculato que são investigados em outros inquéritos como suficientes para indicar a origem do dinheiro e a existência de associação criminosa no seio da família Vieira Lima. O processo agora passará para uma nova etapa de apuração, com prováveis novas diligências e coleta de depoimentos.

Também por unanimidade, os ministros decidiram arquivar as acusações conta Gustavo do Couto Ferraz, um antigo aliado de Geddel cujas digitais foram encontradas no dinheiro apreendido. Fachin disse ter ficado claro, pelas investigações da Polícia Federal, que Ferraz apenas transportou parte da quantia, o que não seria ilegal, e não teve participação em crimes ligados ao dinheiro.

Foram tornados réus ainda Job Brandão, ex-assessor parlamentar de Lúcio Vieira Lima; e o empresário Luiz Fernando Machado, administrador da empresa Cosbat, que teria sido usada pela família Vieira Lima para lavar dinheiro.

Acusação a Geddel
A denúncia foi apresentada pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge, em dezembro do ano passado. Segundo ela, a quantia milionária é a maior apreensão de dinheiro vivo da história do Ministério Público Federal (MPF).

Na acusação, Raquel Dodge sustentou que o dinheiro seria proveniente de esquemas de corrupção na Caixa Econômica Federal investigados em outras ações penais. Geddel foi vice-presidente do banco. Outra parte teria sido acumulada por Lúcio Vieira Lima por meio do crime de peculato, em que o parlamentar se apropriou de parte do salário do ex-assessor parlamentar Job Brandão.

Além do dinheiro encontrado, outros R$ 12 milhões teriam sido lavados por Marluce, Geddel e Lúcio por meio de investimentos em imóveis de alto padrão em Salvador, em empreendimentos da empresa Cosbat, administrada por Luiz Fernando Machado.

“E, como nós sabemos, não foram apenas R$ 51 milhões. Com tudo o que já li sobre o Geddel nos processos, a coisa já passou muito e muito de R$ 100 milhões em vantagens indevidas em razão do cargo. O paciente continua sendo investigado por corrupção, peculato”, disse a subprocuradora-geral da República Cláudia Sampaio Marques, em sustentação oral nesta terça-feira.

Cláudia Sampaio pediu que Geddel continue preso. “Seria um desplante, um descaso com a Justiça, soltar um paciente nessas condições.”

Defesas
De acordo com a defesa de Geddel, a origem dos R$ 51 milhões decorre da “simples guarda de valores em espécie”. O valor seria fruto de “investimentos no mercado de incorporação imobiliária, com dinheiro vivo”.

O advogado Gamil Föppel, que representa a família Vieira Lima, afirmou nesta terça-feira que a denúncia da PGR é inepta, pois não descreveu, especificamente, quais crimes teriam sido praticados pela suposta associação criminosa, dando origem a recursos ilícitos a serem lavados.

“A denúncia não descreve atos de corrupção e não descreve atos de peculato”, destacou o advogado. “Descreve o antefato, descreve o pós-fato, mas não descreve o miolo da acusação”, acrescentou. “É insustentável se falar em associação criminosa sem que se descrevam os crimes.”

Ao defender a soltura imediata de Geddel, o advogado argumentou não haver nenhum risco de que ele volte a cometer crimes. Ele afirmou que o político é alvo de “uma cruzada de perseguição dos órgãos de controle”, com o intuito de “demonizá-lo perante a opinião pública”.

O advogado César de Faria Júnior, que representa o empresário Luiz Fernando Machado, argumentou que seu cliente agiu de boa-fé ao receber quantias em cheque e em espécie das mãos da família Vieira Lima. “O fato de ele ter depositado esse dinheiro não pode ter outra consequência se não militar em seu favor”, disse.

O defensor Marcelo Ferreira de Souza, que representa Job Brandão, apontou a contradição da acusação contra o ex-assessor parlamentar, que foi denunciado por desvios milionários, mas sequer possui um carro popular, sendo pobre “no sentido mais literal do termo”.

AGÊNCIA BRASIL

Leia também




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade




Facebook

Publicidade

Enquetes

VOCÊ É A FAVOR DO PORTE DE ARMAS PARA QUALQUER PESSOA?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2018 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados

CÂMARA DO CRATO. Vereadores debatem sobre ajustes na conta de água

CÂMARA DO CRATO. Vereadores debatem sobre ajustes na conta de água

CÂMARA DO CRATO. Vereadores debatem sobre ajustes na conta de água

Foto: Jota Lopes/Arquivo/Agência Caririceara.com

A sessão desta terça (8) foi marcada pela declaração do vereador Jales Veloso (PSB) que informou de um aumento de 60% nas tarifas de água do município que poderia ser aplicado. O vereador Amadeu de Freitas (PT), que é suplente do conselho municipal de água e esgoto disse não ter tomado conhecimento do assunto e demonstrou estranhamento já que a proposta não foi levada à audiência pública. Pedro Lobo (PT), titular do conselho, afirmou não ter acontecido nenhuma reunião no sentido de aumentar os valores das contas de água e a proposta ainda seria feita pela Saaec.

A sessão ainda contou com um requerimento verbal do vereador Lunga que solicitou todas as gravações e atas das sessões desta legislatura até o momento, porém sem apresentar justificativa.

Com o final dos debates a sessão presidida pelo vereador Pedro Alagoano (PSD) foi encerrada.

ASCOM

Leia também




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade




Facebook

Publicidade

Enquetes

VOCÊ É A FAVOR DO PORTE DE ARMAS PARA QUALQUER PESSOA?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2018 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados

Pequenos negócios com dívida ativa podem simular parcelamento dos débitos

Pequenos negócios com dívida ativa podem simular parcelamento dos débitos

Pequenos negócios com dívida ativa podem simular parcelamento dos débitos

PGFN disponibiliza uma página com orientações que reúne informações necessárias para aderir ao Refis da MPE

Micro e pequenas empresas com débitos inscritos em dívida ativa ou em situação de execução judicial junto à Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PFGN) interessadas em aderir ao Refis das MPE podem simular o parcelamento por meio de ferramenta online. A PGFN também oferece página com orientações sobre o passo a passo da adesão, que poderá acontecer até o dia 9 de julho, por meio do site e-CAC PGFN .

O Refis, previsto na lei do Parcelamento Especial de Regularização Tributária das Micro e Pequenas Empresas optantes do Simples Nacional, possibilita o refinanciamento da dívida com descontos de até 90% sobre atrasos, de acordo com a modalidade de adesão.

A parcela mínima para o microempreendedor individual é de R$ 50 e para micro e pequenas empresas, o valor mínimo é de R$ 300. Para empresas que tenham débitos apenas com a Receita Federal, o sistema de adesão deve ser disponibilizado a partir do dia 4 de junho.

Simulador da PGFN

Para acessar o simulador de parcelamento da dívida ativa basta seguir alguns passos. Primeiro, selecione o tipo de modalidade — liquidado integralmente, em parcela única; parcelado em até 145 parcelas; ou em até 175 parcelas.

Em seguida, preencha os campos em amarelo: informe a quantidade de parcelas da entrada — que pode ser paga em até cinco vezes —, e preencha o número de parcelas pelas quais deseja pagar o restante dos débitos.

Depois, é só preencher o campo Total da dívida sem descontos. Feito isso, os outros espaços serão calculados automaticamente pelo simulador e os resultados do Pert/SN aparecerão nos quatro campos abaixo:

– Benefícios concedidos: valor do desconto concedido pelo Pert/SN.

– Total com descontos: valor da dívida com o desconto. Importante lembrar que contribuinte pagará este montante mais o valor do pedágio.

– Valor básico pedágio: parcela a ser paga referente à entrada.

– Valor básico parcela do parcelamento: valor referente à parcela mensal do Pert/SN.

Sem dúvidas: passo a passo para adesão

A PGFN também disponibilizou um passo a passo para a adesão ao parcelamento por meio do e-CAC PGFN.

Além disso, uma página completa de orientações sobre o Pert/SN está disponível, com todas as informações referentes ao parcelamento.

Leia também




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade




Facebook

Publicidade

Enquetes

VOCÊ É A FAVOR DO PORTE DE ARMAS PARA QUALQUER PESSOA?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2018 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados

Mais 650 policiais civis vão reforçar a segurança pública a partir de junho

Mais 650 policiais civis vão reforçar a segurança pública a partir de junho

Mais 650 policiais civis vão reforçar a segurança pública a partir de junho

A segunda turma de aprovados no concurso público da Polícia Civil do Ceará, realizado em 2015, vai concluir o curso de formação profissional na primeira quinzena do próximo mês de junho. A informação foi dada pelo governador Camilo Santana, nesta terça-feira (8), durante o tradicional bate-papo com a população, em sua página no Facebook. Serão mais 650 policiais civis, entre delegados, inspetores e escrivães.

“A formação dessa turma que convoquei será na primeira quinzena de junho e imediatamente serão convocados para trabalhar nas delegacias dos municípios cearenses. Portanto, a partir de junho, teremos quase 650 novos policiais civis já atuando para garantir mais segurança para a população cearense”, destacou o chefe do Executivo.

A primeira turma do concurso, que já está atuando, formou 650 policiais, o que totaliza um reforço de cerca de 1.300 profissionais para a Polícia Civil. O governador aproveitou a ocasião para citar outros investimentos que o Ceará vem fazendo na segurança pública. “A gente tem procurado fazer os investimentos necessários. Já contratamos quase 9 mil policiais. Os últimos 2.700 estão ainda na Academia de Segurança Pública. Estamos implantando o Batalhão do Raio em cidades do Interior e dobrando o número de equipes na Capital. Já estamos conseguindo alguns indicadores importantes. Os jornais anunciaram que reduzimos cerda de 40% o número de roubos e furtos no Centro de Fortaleza. Estamos prendendo mais, apreendendo mais armas, conseguimos reduzir o número de mortes nos últimos dois meses. Isso é fruto do aumento do efetivo da polícia, da compra de equipamentos”, disse.

Perguntas e respostas

Questionado pelo internauta Igor Cavalcante sobre a obra de Transposição das Águas do Rio São Francisco, Camilo Santana informou que está acompanhando de perto. “Estive em Brasília com o ministro da Integração, Hélder Barbalho, onde tínhamos feito uma cobrança sobre a lentidão da empresa antiga e já houve a mudança. Já recebi fotos inclusive da nova empresa cadastrando funcionários. Eles já começaram o trabalho. O compromisso é que a obra funcione em três turnos. Já combinei com o ministro uma visita à obra. No máximo, em agosto, vamos ter condição de liberar água para chegar ao Ceará. Nós já estamos concluindo o trecho que vai receber as águas para enviar ao açude Castanhão e consequentemente garantir que, de Fortaleza ao Cariri, a gente tenha garantia de água” concluiu.

Graça Queiroz solicitou ao governador ajuda à Santa Casa de Misericórdia de Fortaleza. Camilo Santana informou que, recentemente, foram liberados R$ 10 milhões. “Fiz esse anúncio semana retrasada. Preciso de uma autorização legislativa e já enviei uma lei para a Assembleia Legislativa. Esse recurso é para garantir que ela não feche e continue atendendo milhares de cearenses. A Santa Casa é um patrimônio do povo de Fortaleza e do Ceará e, no que depender de mim, nós vamos ajudar”, enfatizou.

Respondendo ao internauta Matheus Nogueira, Camilo Santana comunicou que está trabalhando para conseguir novos voos regionais para aeroportos cearenses. “Nós inauguramos o aeroporto de Jericoacoara, que começou com um voo por semana e agora já são 10. Estamos negociando voos de São Paulo para Aracati. Semana que vem vou estar em São Paulo com o presidente da Gol Linhas Aéreas anunciando novos voos regionais. Por exemplo, você vai poder sair de São Paulo, fazer uma conexão em Fortaleza e seguir para Aracati”, detalhou.

Próximos compromissos
Na manhã da próxima quinta-feira (10), Camilo Santana informou que estará em Iguatu para a inauguração da Escola de Ensino Médio Maria Dauréa Mota. No mesmo dia, à tarde, o governador participará do aulão do projeto “Saúde Bombeiros e Sociedade”, no Quartel dos Bombeiros, em Fortaleza.

Na sexta-feira (9), ao lado do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, Camilo Santana vai assinar a ordem de serviço para o pacote de reforma de praças da Capital, que faz parte do programa Juntos por Fortaleza. Às 16 horas, o chefe do Executivo recebe a Medalha do Mérito Judiciário Clóvis Beviláqua, no Tribunal de Justiça do Ceará.

A agenda oficial do governador segue na manhã de sábado (10), quando será implantado o Batalhão do Raio e o sistema integrado de segurança de videomonitoramento em Quixeramobim. À tarde, Camilo Santana inaugura a areninha de Camocim.

Governo do Ceará

Leia também




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade




Facebook

Publicidade

Enquetes

VOCÊ É A FAVOR DO PORTE DE ARMAS PARA QUALQUER PESSOA?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2018 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados

Em show intimista e interativo, Apollo se apresenta em Juazeiro do Norte

Em show intimista e interativo, Apollo se apresenta em Juazeiro do Norte

Em show intimista e interativo, Apollo se apresenta em Juazeiro do Norte

Apollo, cantor da música “Mundo Cão”, apresenta show em Juazeiro do Norte, encerrando a Mostra Sesc Sonoridades. O público confere a performance do artista no Teatro Sesc Patativa do Assaré, no dia 11 de maio, às 20h30. No dia da apresentação, a partir das 17h, os interessados podem trocar 1kg de alimento não perecível pelo ingresso.

Nascido na periferia da capital de São Paulo, Apollo aprendeu a tocar violão sozinho aos 12 anos de idade: os primeiros passos em busca de seguir carreira de artista. Depois de passar por diversos estados brasileiros com o projeto Tributo a Cássia Eller, Apollo apresenta seu primeiro álbum, totalmente autoral.

O show é estruturado no formato voz e violão, e pretende criar uma ponte que permita uma interação única entre o artista e o público. Em um segundo momento, entra a ação da banda completa, com guitarra, bateria e arranjos elaborados. Com uma energia expressiva, o espetáculo é interativo do começo ao fim.

Mostra Sesc Sonoridades

Contribuindo para o fortalecimento da cena musical autoral e experimental, o Sesc apresenta a Mostra Sesc Sonoridades, com o objetivo proporcionar espaço para desenvolvimento e intercâmbio entre grupos musicais primando pela diversidade de estilos e gêneros.

Serviço:

Encerramento Mostra Sesc Sonoridades

Show Apollo – Juazeiro do Norte

Data: 11/5

Horário: 20h30

Local: Teatro Sesc Patativa do Assaré (Rua da Matriz, 227, Centro)

Entrada: 1kg de alimento não perecível

Leia também




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade




Facebook

Publicidade

Enquetes

VOCÊ É A FAVOR DO PORTE DE ARMAS PARA QUALQUER PESSOA?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2018 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados

CicloSesc continua ao longo de maio em todo o Cariri

CicloSesc continua ao longo de maio em todo o Cariri

CicloSesc continua ao longo de maio em todo o Cariri

Somente na região, o passeio ciclístico reúne 6 mil participantes

Um projeto que vem sendo fomentado ano a ano, com o objetivo principal de promover a saúde da população em geral, o CicloSesc acontece no Cariri inteiro. Tradicionalmente, todas as cidades que compõem a região são convidadas pelo Sesc*, braço social do Sistema Fecomércio – CE, a apoiar na realização do passeio ciclístico. Neste ano, 24 municípios abraçaram a programação que acontece em diferentes datas, até o final de maio, em alusão ao mês em que se comemora o Dia do Trabalhador.

Aos que ainda não puderam se programar para participar, as inscrições seguem abertas em oito cidades: Aurora (12/5); Brejo Santo (18/5); Jati (19/5); Granjeiro (21/5) e Barro, Penaforte, Porteiras, Barbalha, Santana do Cariri (26/5).

Para além do cuidado com a saúde e o incentivo à prática da atividade física, o CicloSesc reforça a necessidade de apoiar e estimular a solidariedade. Por isso, em todas as cidades, no ato de inscrição, o participante é convidado a doar 1kg de alimento não perecível. A estimativa é de que, somente na edição 2018, sejam arrecadados mais de 6 toneladas, por meio do Programa Mesa Brasil Sesc. As doações passam por triagem e são encaminhadas às instituições sociais das próprias cidades que sediam o passeio ciclístico.

Para garantir a realização do passeio, o Sesc oferece o aporte logístico, as camisas para os participantes e ainda brindes para sorteio. Os municípios que recebem a programação apoiam com controle de trânsito e segurança, além de outras ações. O suporte à cidade se dá pela Unidade do Sesc mais próxima, após os municípios aceitarem o convite em receber a programação.

Neste ano, 52 cidades cearenses participam do CicloSesc, com a expectativa de reunir mais de 25 mil pessoas. Os percursos são idealizados em locais estratégicos dos municípios, com o intuito de viver mais a cidade.

Programação

12/5

Aurora

18/5

Brejo Santo

19/5

Jati

21/5

Granjeiro

26/5

Barro

Penaforte

Porteiras

Barbalha

Santana do Cariri

SERVIÇO

CicloSesc Cariri

Inscrição: 1kg

Local: secretaria de esportes ou de assistência social do município

Informações: (88) 3523.4444 / 3512-3355

Leia também




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade




Facebook

Publicidade

Enquetes

VOCÊ É A FAVOR DO PORTE DE ARMAS PARA QUALQUER PESSOA?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2018 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados

MODA Veja os looks das famosas no lançamento de ‘Segundo Sol’

MODA Veja os looks das famosas no lançamento de ‘Segundo Sol’

MODA Veja os looks das famosas no lançamento de ‘Segundo Sol’

Purepeople

Deborah Secco, Giovanna Antonelli e Lancellotti se reuniram com o elenco de “Segundo Sol” para a coletiva de imprensa da próxima novela das 21h, evento realizado nos Estúdios Globo, no Rio de Janeiro, na noite desta quinta-feira (26). Com o visual inspirado na cantora Ivete Sangalo, a mulher de Hugo Moura investiu em um look vermelho: vestido da NK Store, sandália Schutz e bolsa Chanel. “Foi a roupa que a gente achou mais rápido. Na verdade, vi uma foto de uma all in red e achei muito lindo. Quis fazer essa maquiagem bem menininha, de sardinha, quase sem make”, detalhe ela ao Purepeople, exibindo um penteado polido e joias Jack Vartanian.

Antonelli elogia novo visual platinado: ‘Ar moderno’

Sem estilo definido, Antonelli esbanjou elegância com uma produção sporty chic da marca Skazi: blusa de um ombro só por R$ 758,90 e calça de R$ 719,90. O cabelo loiro da artista também chamou atenção e ela exaltou o novo visual com corte blunt cut. “Amei, amei, amei, amei! Fiquei com uma cara que nunca tive antes, deu um ar moderno que tem tudo a ver com a personagem. Não dá trabalho para cuidar, mas fica mais bonito quando eles (na Globo) arrumam”, disse aos risos, admitindo dificuldade em elaborar um penteado: “Em casa estou dando uma sofrida, ainda estou aprendendo a arrumar. Passo um secador. Às vezes dou uma prendida, faço uma chuca. Mas preservo bem meu babyliss. Tento suar pouco, inverno é bom por isso”.

Giovanna Lancellotti aposta em roupas Miu Miu

Prestes a se tornar a baiana Rochele, uma blogueira de moda, Giovanna Lancellotti apostou em t-shirt com gola estilo “Pequeno Príncipe” e short de alfaiataria azul Miu Miu, enquanto Roberta Rodrigues optou por usar peças de seu acervo pessoal. “Queria estar bem tranquila, um básico chic. É Bahia, uma coisa mais leve! A gente está falando de uma novela que é tão leve. Então, acho que todo mundo veio nessa vibe à vontade, o que te deixa livre”, explica.

Letícia Colin escolhe maquiagem ultraviolet: ‘Cor do ano’

Leticia Colin apostou em uma maquiagem leve e iluminada, criação de Fernando Torquatto. “Me maquiou hoje porque passei o dia gravando. Ele fez essa pele mais iluminada e no olho tem esse púpura, que é a cor do ano. E gosto de arriscar em cor. Adoro batom de cor diferente, adoro sombra. Adoro compara maquiagem. Agora comprei um batom azul. O Mate Royal da MAC, depois comprei uma cor nova da Avon, uma sombra vermelha. Para sair, ir para show. Eu adoro. Desde de pequena”, conta. Já Adriana Esteves, com cabelo inspirado em Gisele Bündchen, comentou seu visual mais bronzeado. “Preciso muito tomar sol, gosto. E quando tem sol tenho o hábito de fazer caminhada na praia. Tenho sempre um queimadinho. Se morasse em um lugar sem sol, seria melancólica”, brinca.

Leia também




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade




Facebook

Publicidade

Enquetes

VOCÊ É A FAVOR DO PORTE DE ARMAS PARA QUALQUER PESSOA?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2018 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados