AVC, uma media de 900 pessoas são atendidas pelo Hospital Regional do Cariri

Atendimento tardio poderá pôr em risco a vida do paciente.

Por ano, uma média de 900 pessoas dão entrada no Hospital Regional de Juazeiro do Norte acometidas por Acidente Vascular Cerebral – AVC. Para os especialistas o numero é alto, porém, esses números poderiam serem evitados. Uma vez que os maiores responsáveis são: pressão alta, diabetes, colesterol sedentarismo fatores que podem ser trabalhados com alimentação saudável, evitando o tabagismo, realizando uma caminhada ou algum outro tipo de exercício físico.

Segundo informações a demora para que as pessoas acometidas recebam atendimento médico, acaba complicado o desempenho da medicação e diminuindo as chances de os pacientes terem uma recuperação agilizada ou até mesmo ser evitado os óbitos que muitas vezes ocorrem. Para que se tenha uma ideia existem casos de demorar quase 10 horas até conseguir um atendimento.

Em 2018 pelo menos 837 pessoas foram atingidas e desses pouco mais de 200 chegaram em tempo hábil que pudesse receber o medicamento que exige o paciente ser atendido em pelo menos 4/5h.

Em 2019 o ritmo está sendo o mesmo, apenas 10% dos acometidos estão sendo atendidos no tempo determinado, para receberem o trombolítico o que pode diminuir a mortalidade e as sequelas do AVC. Dando oportunidade para que o paciente volte a viver uma vida independente, retomando o trabalho as atividades diárias.

*Com informações do Pé no chão informativo

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade




Facebook

Publicidade

© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados