Base para a pele negra: aprenda a escolher o tom ideal

erika_abre (1)

Escolher a cor certa da base é uma das maiores dificuldades na hora de se maquiar. E essa dificuldade pode ser elevada quando trata-se de base para pele negra, principalmente porque ainda não há no mercado muitas opções de tons de base para esse tipo de pele.

Para ajudar as mulheres negras a encontrar o tom ideal, o beauty artist Alex Cardoso dá dicas. “O primeiro passo é descobrir o subtom da pele. Ele é mais importante do que o tom na hora de escolher uma base”, explica o profissional. “A cor errada do produto pode deixar a pele negra acinzentada, por isso, é importante descobrir se o subtom da pele é quente, frio, neutro ou oliva (esverdeada)”, completa.

“O subtom é a cor de fundo da pele. Já o tom é o predominante; a cor que vemos a olho nu”, explica Alex. Outra dica do maquiador é misturar tons de base para chegar no ideal, afinal o rosto tem várias tonalidades. “O centro do rosto costuma ser mais claro. O contorno normalmente é escuro e todo o rosto é diferente do colo”, conta o especialista.

Segundo o profissional, na hora de aplicar a base, é ideal escolher as bases com fundo avermelhado para as áreas mais escuras, e as com tom neutro nas regiões mais centrais para iluminar o rosto. “É preciso descobrir o subtom da sua pele. O subtom nada mais é do que a cor de fundo da pele – amarelado, azulado, neutro, esverdeado -, enquanto a predominante é o seu tom a cor que vemos a olho nu – claro, médio ou escuro.

Cada subtom:

– Frio: o mais azulado
– Neutro: tem equilíbrio entre azul, amarelo e vermelho
– Quente: mais amarelado
– Oliva: mais amarelado e azulado, o que dá um aspecto mais esverdeado ao tom

Pathy Dejesus em foto compartilhada por Giovanna Ewbank (Foto: Reprodução/Instagram)

“Um teste fácil para descobrir o seu é observar a coloração de suas veias do antebraço ou pulso. Se elas são arroxeadas, o subtom é frio. Se elas são verde-azuladas, o subtom é neutro. Se elas são amarronzadas, o subtom é quente. Se elas são esverdeadas, o subtom é oliva e harmoniza com cores quentes e fortes, criando contraste ao subtom mais frio”, explica Alex.

Já a mistura de tons de base é necessária quando apenas um tom de base não chega ao tom da pele. “Pode se misturar dois tons de base antes de aplicar no rosto. Mas no vaso da pele negra, dependendo do caso, podemos aplicar no rosto até 3 tons de base, para seguro o efeito natural da pele negra, pois a pele pegar tende a ter o contorno o rosto, lábios e nariz mais escuro que outras áreas do rosto”, diz ele.

*Conteúdo Revista “Quem

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade




Facebook

Publicidade

© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados