BNDES reconhece avanço econômico em Juazeiro do Norte e apresenta linhas de crédito

O Município de Juazeiro do Norte deve firmar acordo para investir em novos projetos que irão beneficiar a população e toda a cidade.

Analistas do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) estiveram na sede da CDL, nesta quinta-feria, 23, para apresentar linhas de fomento e financiamento para o setor público.

No encontro com os secretários municipais, os representantes destacaram como critério para a oferta de crédito ao município, os avanços identificados no cenário econômico local. “A região é muito favorável por ser empreendedora e com relevante atividade econômica”, disse o analista, Aníbal Costa.

Foram apresentadas na reunião as possibilidades de subsídio, com linhas que vão desde a mobilidade urbana, requalificação de áreas de bairros, lacustres e litorâneas, a melhorias nos serviços básicos nas áreas de educação e saúde.

Conforme explica o analista José Lamartine, através dessas linhas de financiamento, o ente público terá acesso a uma quantidade diversificada de opções, adequadas à possibilidade de cada gestão. Nosso objetivo é disponibilizar mais uma forma de financiar o crescimento e o investimento da cidade, de modo estratégico, ressaltou.

Na iniciativa já foram identificados 49 municípios aptos a negociar este tipo de operação, viabilizando a ampliação dos investimentos e proporcionando melhorias como eficiência energética, saneamento e projetos de requalificação urbana.

Na análise do secretário de Desenvolvimento Econômico e Inovação, Michel Araújo, a oferta é um indicativo do bom desempenho econômico e do equilíbrio fiscal do município, conferindo respaldo junto ao BNDES. A meta é estreitar a relação da instituição com o setor produtivo para o acesso a créditos de forma mais direta.

Já o secretário de Administração e Finanças, Evaldo Soares, avaliou a necessidade de apostar em projetos voltados para modernização administrativa e financeira, além do aperfeiçoamento na infraestrutura. “Nesse momento temos que buscar parcerias. É interessante pois há possibilidade de implementar melhorias em diversos setores, com a aprovação e financiamento destes projetos. A população será a maior beneficiada”, afirma.