Caminhoneiros ameaçam parar a partir desta segunda-feira (22)

Grupos de WhatsApp foram criados e à ideia ainda não é consenso. Foto: Reprodução

Cerca de 2.000 caminhoneiros mobilizam-se em grupos de WhatsApp por uma nova paralisação a partir desta segunda-feira (22). A greve ainda não é consenso entre a categoria. Lideres do movimento fazem concentração na BR 116, em Aquiraz.

A categoria é contrária à resolução da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), que estipulou nova tabela de frete rodoviário, cujos valores ficaram abaixo do esperado.

O ministro Tarcísio de Freitas (Infraestrutura) e o presidente Jair Bolsonaro devem se reunir nesta quarta-feira ( 24) com a categoria para discutir o assunto. A tabela foi elaborada pela Esalq-Log, da USP, e a próxima revisão oficial está prevista para o início de 2020.

Em 2018, caminhoneiros pararam por mais de uma semana, causando uma crise no abastecimento do país. A greve foi motivada pela alta do diesel. Uma parte dos articuladores daquele movimento não está nesses novos grupos criados.

(*)com informações da Folha de S.Paulo.

Leia também



Multiservice - Fauston
CÂMARA CRATO - CORONA 12.ABRIL-2020
Nilton e Célia
Top Móveis_Crato Janeiro 2020

Enquete

Você acha que o presidente Bolsonaro está agindo corretamente, defendendo que as pessoas saiam do confinamento contra o coronavírus?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados
error: Conteúdo protegido!!