Ceará defende inclusão de Transnordestina e transposição do Rio São Francisco no Plano Plurianual (PPA)

Ceará defende inclusão de Transnordestina e transposição do Rio São Francisco no PPA

Os secretários do Planejamento dos nove estados do Nordeste, somados aos de Minas Gerais e Espírito Santo, estiveram reunidos na quarta-feira (12), na Secretaria do Planejamento e Gestão (Seplag), para estabelecer os critérios e selecionar as ações prioritárias da área de atuação da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene). Na ocasião, o Governo do Ceará apresentou a necessidade de inclusão de pelo menos dois projetos no Plano Plurianual (PPA): a Transnordestina e a Transposição do Rio São Francisco.

Em torno de 134 projetos devem ser levados até o dia 15 de julho ao Governo Federal para serem incluídos no PPA, que estabelece metas a serem cumpridas pela União. O número corresponde a cerca de 15% do total de projetos (867), e atende a temas urgentes para a região.

Para o secretário do Planejamento e Gestão, Mauro Filho, um dos pontos fundamentais é o financiamento para os projetos prioritários. De acordo com o secretário, o Ceará trabalha em seis eixos principais, que seriam Ciência e Tecnologia, Desenvolvimento Econômico, Educação, Segurança Pública, Recursos Hídricos e Desenvolvimento Social. “Tem que dar competitividade, aumentar produtividade, pensar em energias renováveis, em infraestrutura, treinar melhor a nossa mão de obra, ter integração entre a Polícia Federal e as polícias dos estados. Na parte de segurança hídrica, pensar em reúso da água e qualidade. O Ceará trabalha em várias frentes”.

A reunião

O encontro teve como objetivo debater novas contribuições dos governos estaduais para o Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste (PRDNE), aprovado no dia 24 de maio, durante a 25ª Reunião do Conselho Deliberativo (Condel) da Autarquia. Para o superintendente da Sudene, Mário Gordilho, a hora é de coordenar e unir esforços para a Região incluir projetos importantes no PPA.

“Estamos organizando esses projetos e chegamos à conclusão de que muitos deles se integram e estão em um mesmo eixo. Nós vamos verificar quais são os que já estão prontos e que podem ser feitos imediatamente, quais os que teriam recursos oriundos do orçamento, quais são os financiáveis. Esse refinamento que estamos fazendo é para redistribuir isso nos focos de cada um deles e vendo o que se encaixa no PPA do Governo Federal. Estamos discutindo quais os projetos que perpassam vários estados e que são de interesse deles, como a duplicação de estradas, recuperação de ferrovias e segurança hídrica. São essas definições que estamos fazendo para levar o plano adiante. A gente vai ter que fazer um planejamento para unir os esforços”, afirmou Gordilho.

*Governo do Ceará

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade




Facebook

Publicidade

© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados