Ceará registra 64,9% de aumento no número de homicídios de mulheres entre março e abril, aponta estudo

O número de homicídios de mulheres no Ceará aumentou 64,9% entre março e abril deste ano. Os dados são da segunda atualização do relatório intitulado como  Violência Doméstica durante a Pandemia de Covid-19, divulgado nessa segunda-feira (1) pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP).

O documento tem como referência dados coletados nos órgãos de segurança dos estados brasileiros. Em relação ao número de homicídios de mulheres, o relatório informa que houve aumento na quantidade de vítimas em metade dos oito estados que encaminharam seus respectivos resultados: Amapá (100%), Acre (75%), Ceará (64,9%) e Rio Grande do Norte (8,3%). O grupo em que se viu uma redução no índice é composto por São Paulo (-10%), Pará (-7,7%) e Espírito Santo (-6,7%).

Com a pandemia, as mulheres vítimas de violência acabam tendo sua rede de apoio comprometida, em virtude das medidas de quarentena, além de ter de conviver com o agressor. Muitas delas também não sabem para onde correr, quando decidem romper o ciclo de violência, que geralmente abrange aumento da tensão entre vítima e agressor, a consumação da violência e demonstrações de arrependimento e perdão por parte do agressor.

*Conteúdo Ceará Agora

Leia também



Multiservice - Fauston
CÂMARA CRATO - CORONA 12.ABRIL-2020
Nilton e Célia
Top Móveis_Crato Janeiro 2020

Enquete

Você acha que o presidente Bolsonaro está agindo corretamente, defendendo que as pessoas saiam do confinamento contra o coronavírus?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados
error: Conteúdo protegido!!