Comédia “As Velhacas” circula por teatros do Cariri em setembro

O projeto Arte Encena Sesc acontece de 24 a 26 de setembro com espetáculos gratuitos.

Na gíria cearense, quem não paga suas dívidas é chamado de velhaco. Os atores do K’Os Coletivo transformaram a história de duas mulheres caloteiras no espetáculo de palhaçaria, As Velhacas. A montagem integra o Projeto Arte Encena Sesc neste mês e leva o humor para as plateias de Juazeiro do Norte (24/9), Missão Velha (25/9) e Nova Olinda (26/9). O acesso é gratuito.

Aldrey Rocha e Lucas Alexandre interpretam Gerusa e Aretusa, duas velhas amigas que tem um ponto em comum: o vício de dar calotes na praça. Por conta de várias dívidas, reencontram-se e passam a morar juntas para fugir dos cobradores. Seja na praia, na tertúlia ou no bingo, elas sempre aprontam e deixam aquela conta extensa para pagar e se tornaram sucesso entre os cobradores.

Alô, dona velhaca?

Com duração de 75 minutos, o espetáculo dedica parte do tempo para brincar com o público, quando as velhacas recebem ligações da plateia para ouvir as cobranças das dívidas. Improvisação, comédia, palhaçaria são as especialidades do grupo de teatro, que já circulou pelo país ao longo de doze anos de atuação.

Esta edição do Arte Encena Sesc da Unidade Juazeiro do Norte acontece na próxima segunda-feira (24), no Teatro Sesc Patativa do Assaré. Na terça (25) será apresentado no Salão Paroquial do distrito de Jamacaru da cidade de Missão Velha e na quarta-feira (26) no Teatro da Fundação Casa Grande, em Nova Olinda.

Serviço

Arte Encena Sesc
Teatro: As Velhacas, Grupo: K’Os Coletivo
Duração: 75 minutos

Classificação: 12 anos
Gênero: Comédia

Entrada: Gratuita

Informações: (88) 3512.3355

24/9

Horário: 16h
Local: Teatro Sesc Patativa do Assaré. Unidade Juazeiro do Norte (Rua da Matriz, nº 227 – Centro)

25/9

Horário: 16h
Local: Salão Paroquial do distrito de Jamacaru,Missão Velha
(Rua Félix Italiano – Distrito de Jamacaru, Missão Velha – CE)

26/9

Horário: 19h

Local: Teatro Violeta Arraes. Fundação Casa Grande
(Rua Jeremias Pereira 444, Centro,Nova Olinda –CE)

Sobre os 70 anos do Sistema Fecomércio

Após o período da Segunda Guerra o Brasil passou por grandes desafios. O Estado não conseguia atender à crescente demanda por serviços sociais, nem acompanhar o novo contexto do mercado de trabalho. Deste modo, em maio de 1945, representantes empresariais da indústria, comércio e agricultura, realizam em Teresópolis, a primeira Conferência das Classes Produtoras (CONCLAP). Nesse encontro elaboram uma proposta ousada de custeio dos serviços sociais e da educação profissional para os trabalhadores com recursos das classes patronais. A Carta da Paz Social foi o documento que formalizou as diretrizes para o desenvolvimento econômico com justiça social. Nascia assim, a partir da iniciativa do empresariado, o Sistema S, o maior Sistema de desenvolvimento social do mundo.

No Ceará, em 16 de março de 1948, o empresário Clóvis Arrais Maia fundou a Federação do Comércio com a finalidade de unir lideranças do setor para colaborarem com a educação profissional e a qualidade de vida dos trabalhadores. No mesmo ano, a Fecomércio implanta o Sesc e o Senac instituições mantidas pelos empresários do comércio que ofertam serviços sociais e educam para o comércio de bens, serviços e turismo.

www.sesc-ce.com.br

Facebook: /sescceara

Instagram: sescce