Em Assaré, mototaxista foi preso em flagrante por receptação dolosa

DA AGÊNCIA CARIRICEARA
Redação – Foto: Reprodução/WhatsApp

O Mototaxista Simão Sousa Xavier, 47 anos residente na Rua João Grande, 20, Bairro Coruja, em Assaré-CE foi preso em flagrante delito volta das 18 horas desta quarta-feira (09), naquela cidade sob a acusação de receptação dolosa. A prisão foi efetuada pela guarnição policia, militar composta pelos Sargentos Haroldo e Lima e soldado Virgulino após o recebimento de denúncia de dois roubos em foram vítimas duas mulheres na noite anterior.

De acordo com a o boletim policial, por volta de 20 horas da terça-feira (08), a composição policial militar de serviço no Destacamento Policial de Assaré, tomou conhecimento através do telefone 190 que por volta das 18h40min teriam ocorrido dois roubos a pessoa em sequência, o primeiro na Rua Padre Emilio Cabral, em frente ao DETRAN, Bairro Condado, onde dois indivíduos em uma Moto Fan Preta abordaram uma professora de 57 anos, gritando que a mesma não reagisse e nem gritasse, exigindo da mulher seu aparelho de telefonia celular, para logo em seguida na rua Maria de Jesus Oliveira, também tomarem de assalto de uma profissional autônoma, de 21 anos, outro celular e fugirem tomando rumo ignorado. O policiamento diligenciou na tentativa de identificar e prender os acusado, mas sem êxito.

 

No entanto, ontem por volta das 13h30min uma das vitimas, informou a policia que através do rastreamento do seu celular e de um aplicativo (Google Fotos), localizou seu aparelho no imóvel onde reside o mototaxista, repassando também fotos do acusado tiradas pelo equipamento. De posse das informações a patrulha militar de serviço se dirigiu endereço indicado pela vitima vindo ao inicio da noite a abordar Simão Sousa em seu domicilio. Ao ser interpelado pelos PMs, ele afirmou que realmente estava com o celular da vitima, mas que teria comprado por R$ 100,00 de um desconhecido e também afirmou que comprara o outro celular roubado da outra vitima, a outro desconhecido também por R$100,00 reais, acrescentando que as duas negociações com os celulares roubados, foram feitas na noite anterior por volta das 19hs ou seja, logo após o roubo.

Diante das evidências e materialidade do crime de receptação dolosa, os militares apreenderam os produtos de roubo, bem como efetuaram a prisão do mototaxista que juntamente com as duas vitimas foram apresentados na Delegacia regional de Crato, ao delegado plantonista, o bacharel Flavio Santos da Silva que determinou a autuação do causado por infração ao artigo 180 do código penal brasileiro, enquanto que as vitimas foram ressarcidas dos seus aparelhos celulares. Na delegacia  as vítimas afirmaram não reconhecerem o acusado como sendo um dos individuo autores assalto.