Em Mauriti, MPCE determina apuração sobre desrespeito ao Estatuto do Idoso em agência bancária no município

A recomendação foi definida a partir de reclamações feitas em rede social, com fotos e informações que mostravam idosos aguardando desde as 5 horas da manhã serem atendidos na agência do Bradesco de Mauriti

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio da Promotoria de Justiça de Mauriti, determina uma série de medidas para apurar a formação de filas e o desrespeito ao Estatuto do Idoso em agência bancária do município. A recomendação foi definida a partir de reclamações feitas em rede social, com fotos e informações que mostravam idosos aguardando desde as 5 horas da manhã serem atendidos na agência do Bradesco de Mauriti.

Entre as medidas estipuladas pela Promotoria de Justiça de Mauriti estão a instauração de notícia de fato com tramitação por 30 dias para apurar a situação, bem como o encaminhamento da recomendação a todas as agências bancárias que fazem atendimento ao público no município.

Além disso, o órgão ministerial determina que o Bradesco informe, por inscrito, os procedimentos adotados para atender os clientes, sobretudo no que diz respeito aos idosos. O banco também deve manifestar-se a respeito das denúncias de que idosos se aglomeram em longas filas na parte externa da agência, a partir de 5 horas da manhã, para receber apenas 25 senhas de atendimento. Sobre essa manifestação, a Promotoria de Mauriti estabeleceu prazo de 10 dias.

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Multiservice - Fauston
Nilton e Célia
Top Móveis_Crato Janeiro 2020

Enquete

Você acha que motoristas alcoolizados devem ser considerados criminosos?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados
error: Conteúdo protegido!!