Fechamento de empresas no Crato dispara com a chegada do coronavírus

DA AGÊNCIA CARIRICEARA
Henrique Macedo com reportagem e foto de Ed Alencar/ Caririceara.com

Em virtude da pandemia do coronavírus, diversas empresas do Crato fecharam as portas em definitivo, isso, devido a inviabilidade econômica para se manter. Aluguel e salário de funcionários.

Apesar da abertura gradual de parte do comércio, ainda não existe um panorama geral, de quantas lojas fechadas irão abrir, e da quantidade de empregos perdidos.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a taxa de desocupação passou de 11% no fim de 2019 para 12,2% no trimestre encerrado em março de 2020, início da pandemia.

Para o empresário cratense Geraldo Pinheiro (Geraldinho), diretor distrital (cariri) da federação das câmaras dos lojistas FCDL, o Brasil terá que se reinventar. Escute o áudio da entrevista  de Geraldo Pinheiro  concedida ao repórter Ed. Alencar:

É possível, então, que o maior impacto da Covid-19 venha só nos próximos meses. Isso porque a crise do coronavírus deixou muitas empresas sem funcionar e, portanto, muitos perderam o emprego, mesmo depois da adoção das medidas de proteção ao trabalho anunciadas pelo governo.

Reprodução autorizada mediante citação da Agência Caririceara

Leia também



Multiservice - Fauston
CÂMARA CRATO - CORONA 12.ABRIL-2020
Nilton e Célia
Top Móveis_Crato Janeiro 2020

Enquete

Você acha que o presidente Bolsonaro está agindo corretamente, defendendo que as pessoas saiam do confinamento contra o coronavírus?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados
error: Conteúdo protegido!!