Homem apontado como chefe de organização criminosa é preso e Polícia acha arsenal enterrado em Itapiúna, no Ceará

Foram encontradas seis armas de fogo enterradas em um milharal(Foto: Reprodução/SSPDS)

Foram encontradas seis armas de fogo enterradas em um milharal: três espingardas (duas calibre 12 e uma calibre 32); dois rifles calibre 22 e 44; e um revólver calibre 32; além mais de 560 munições dos calibres 7.62, 12, 22, 28, 22, 38, 40, 44 e 380. Foto: Reprodução/SSPDS

Dois suspeitos foram presos em flagrante na cidade de Itapiúna, no Ceará, após apreensão de vasto arsenal bélico na manhã de sexta-feira, 19. Um deles é investigado por ser supostamente o chefe de organização criminosa no Município. A operação da Polícia Militar do Ceará (MPCE) contou com o apoio do Policiamento Ostensivo Geral (POG) da cidade e do Comando Tático Rural (Cotar).

Francisco Elso Epifânio Alves, 32, é conhecido como “Alemão” e já possui antecedentes criminas por roubo, associação para o tráfico e tráfico de drogas. Ele também já era investigado por homicídios e roubos em Itapiúna. João Márcio da Silva Pereira, 21, conhecido como “Nem”, foi preso em Cachoeira. Ele não possuía antecedentes criminais, e alegou que ajudava Alemão nos crimes. Os dois foram levados para a Delegacia Regional de Baturité, onde foi realizado um inquérito policial em flagrante por integrar organização criminosa.

Segundo denúncias, Alemão estava com armas de fogo e munições, na localidade de Cajuais de Baixo. Ao receber as denúncias, o POG e Cotar foram até a casa do suspeito, onde ele tentou fugir ao perceber a chegada dos policiais. As equipes cercaram o local e conseguiram capturar o suspeito.

Foram encontradas seis armas de fogo enterradas em um milharal(Foto: Reprodução/SSPDS)

Foram encontradas seis armas de fogo enterradas em um milharal:

– Três espingardas (duas calibre 12 e uma calibre 32)

– Dois rifles calibre 22 e 44

– Um revólver calibre 32

– Mais de 560 munições dos calibres 7.62, 12, 22, 28, 22, 38, 40, 44 e 380.

Ainda foram encontrados cerca de 70 cartuchos de munições, três aparelhos celulares, dois rádios comunicadores e um caderno com anotações, além de dinheiro rasgado, dando indícios de ser retirado em caixa eletrônico. O fato será investigado pela Polícia Civil, por meio da Delegacia Municipal de Aracoiaba.

*Conteúdo “O Povo

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade




Facebook

Publicidade

© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados