Homenagens, vereador afastado e aprovação de projeto movimentaram a sessão da Câmara do Crato desta terça-feira

setembro 19, 2017 23:500 comentários

DA AGÊNCIA CARIRICEARA
Davi Salomão com reportagem de Ambrósio Santos Foto: Jota Lopes/Caririceara

Em sessão realizada nesta terça-feira, Bebeto Anastácio (PTN) voltou a citar a falta de união da base aliada do prefeito Zé Ailton (PP) na Câmara Municipal do Crato. Ao ser indagado se os parlamentares da situação estariam divididos, Bebeto negou, afirmando que o problema está entre os próprios vereadores da base…

A cadeira do doutor Mauricinho (PDT) deverá ficar vaga nos próximos meses, o motivo se deve a problemas de saúde, já que o vereador se submeteu recentemente a uma cirurgia. Normalmente, devido ao afastamento, o suplente deveria está sendo convocado para assumir a vaga, porém, segundo o presidente da Câmara, Florisval Coriolano (PRTB), o regimento interno da casa só permite a convocação quando a ausência é superior a 120 dias…

Enquanto doutor Mauricinho não entregar atestado médico, estarão sendo colocadas faltas, entretanto, após a entrega do documento, as ausências serão justificadas.
Localizado na Avenida Perimetral dom Francisco, o prédio onde abrigou a Justiça do Trabalho voltou a ser assunto na sessão de hoje. Os vereadores aprovaram o Projeto de Lei de autoria do Poder Executivo em que é revogada a lei, fazendo com que o espaço volte a pertencer a União. Um dos parlamentares que foram contra a proposta é Pedro Alagoano (PSD), que explica o porquê de não ter aceitado a ideia…

Outro que também foi contra e defendia que o espaço continuasse com o município, foi Pedro Lobo (PT). O vereador destaca o porquê de após mais de duas décadas, o prédio ainda continuar pertencendo à administração municipal…

O Poder Legislativo também homenageou a Colônia Gaúcha radicada em Crato a partir, principalmente, da chegada de empresas vindas da região Sul do País.

Após o termino das homenagens, o vereador Lunga (PSD) solicitou que a leitura da Ata da sessão fosse realizada no próximo encontro, justificando que devido à reunião ter terminado tarde, a atividade poderia ser realizada depois. A solicitação não agradou o seu colega, Amadeu de Freitas (PT), que afirmou que caso a leitura não fosse feita, a casa estaria ferindo o regimento interno. Após a colocação de Amadeu, Lunga ficou aborrecido e disse que seu colega é sempre do “contra”…

©Todos direitos reservados a Caririceara.com. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível de ação judicial com base na Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998 dos Direitos Autorais.

Tags:

Deixe um comentário