Implantação da Casa da Mulher Cearense no município do Crato é tema de audiência pública

Implantação da Casa da Mulher Cearense no município do Crato é tema de audiência pública

Aconteceu na manhã de ontem, terça-feira, dia 23, na Câmara Municipal do Crato, audiência pública onde foram debatidos assuntos relacionados a instalação da Casa da Mulher Cearense no município do Crato. A audiência foi apresentada pelo Chefe do Poder Legislativo Municipal, Florisval Coriolano, e presidida pela vereadora Ticiana Candido.

Compondo a mesa: o vice-prefeito e Secretário de Saúde, André Barreto; a primeira dama do município, Aldalice Pinheiro; a Presidenta do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher do Crato, Verônica Isidório; a Secretária Adjunta de Educação, Tammy Alencar; a titular da Delegacia da Mulher do Crato, Camila Brito; Franci Oliveira, da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado do Ceará (Fetraece); e Rafael Vilar, do Núcleo de Enfrentamento à Violência contra a Mulher (Nudem).

Iniciando a apresentação em tribuna, a Assessora Municipal de Políticas
para as Mulheres, Mara Guedes, dissertou sobre a relevância da luta para que a Casa da Mulher seja realmente implementada no município do Crato, falou sobre a violência contra a mulher, suas inúmeras vertentes e elencou dados em relação a esse contexto. Verônica Isidório pediu mais agilidade nas questões relacionadas a mulher e reiterou que o Conselho apoia qualquer que seja o equipamento que auxilie, proteja e ampare a mulher e suas escolhas. A educadora Tammy Alencar ressaltou que a educação estará a postos para auxiliar nesse aspecto. “Nossas crianças necessitam de uma educação direcionada para a cultura da não violência desde a tenra infância para que saibam
discernir entre o que é correto ou não no parâmetro de respeito e
convívio harmonioso”, explicou.

“As políticas públicas precisam ser eficientes e eficazes, estamos
trabalhando cotidianamente, reforçando o compromisso da nossa gestão para com as mulheres e a comunidade em geral”, disse o vice-prefeito e Secretário de Saúde, André Barreto.

Os vereadores Amadeu de Freitas, Tota Lobo e Thiago Esmeraldo reiteraram o apoio deles, bem como de toda a Casa Legislativa para a vinda da Casa da Mulher Cearense para o município do Crato. Será mais um equipamento na defesa de um mundo mais justo, mais igualitário e democrático, por meio da valorização da mulher.

Em março deste ano, o governador Camilo Santana anunciou que a região do Cariri será a primeira a ter implantada a Casa da Mulher Cearense. O projeto já acontece desde julho de 2018, em Fortaleza, atuando no atendimento humanizado e especializado para mulheres em situação de violência. A Casa da Mulher Cearense seguirá o modelo nacional. Atualmente, o equipamento reúne serviços de Defensoria Pública, Delegacia da Mulher, Ministério Público e Juizado Especial.

Também presentes na audiência, a Secretária Adjunta de Cultura, Clea
Feitosa; Isadora Oliveira, da OAB Mulher Crato; a Coordenadora do Centro de Referência da Mulher (CRM), Audilene Fernandes; profissionais da imprensa; comunidade e os vereadores Florisval Coriolano; Renan Almeida; Tico da Serrinha; Adil;Vicência; Pedro Alagoano; Amadeu de Freitas e Fernando Brasil.

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade




Facebook

Publicidade

© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados