Lucy Alves descobriu no muay thai o segredo para manter a boa forma

novembro 25, 2017 21:400 comentários

Extra online – Foto: reprodução/Instagram

A energia de Lucy Alves é de causar inveja em maratonista. Além de dar conta de Eunice, em “Tempo de amar”, a atriz precisa ter fôlego para o expediente nos palcos, onde solta sua porção cantora acompanhada de sua inseparável sanfona. Há dois meses, ela encontrou um grande aliado para manter o pique.

— O muay thai me deu mais condicionamento cardiorrespiratório. E já deu uma diferença nos shows, sinto que aguento mais, o gás é maior — afirma Lucy, de 31 anos, que segura um instrumento de 12kg pra lá e pra cá.

Mas não é só a luta que lhe confere as curvas enxutas. O pilates também colabora com sua boa forma física.

— Ele entra como um alongamento, que é necessário. E me dá tônus muscular. Consigo a força que preciso nas costas, na lombar, para segurar a sanfona — conta a paraibana, que ainda pratica musculação.

Se os exercícios físicos estão em dia, o cuidado com a alimentação não fica atrás. Sem comer carne vermelha há seis anos, Lucy abusa das saladas.

— Gosto de comer bem. Um verdinho, coisas integrais… Peixe, frango e feijão não podem faltar. O meu problema são os doces, confesso — diz a atriz, que tenta se controlar para conservar seus 58kg.

Vaidosa, sem exageros, ela conta que não faz muito tempo que aprendeu a cuidar da pele.

— Nunca fui muito de cuidados, mas percebi que o protetor solar é indispensável. Não saio mais sem ele. Além disso, tonifico a pele e lavo bem o rosto após acordar e antes de dormir. Sem falar que bebo muita água, que é saudável que só — ensina Lucy, que também passou a se preocupar mais com o cabelo: — Hidrato bem os fios, principalmente porque na novela faço muito babyliss. A fibra fica queimada, há um maior ressecamento. Faço em casa mesmo. Passo creme e deixo por cinco, dez minutos. Depois, lavo em abundância. Não tenho um produto específico. Compro o que me indicam.

O corpo bem definido, no entanto, não a anima para um ensaio sensual. Mas, se o projeto não é algo que almeje no momento, a atriz também não corre dele, caso surja um convite bacana:

— Não tenho vontade agora, mas, se um dia calhar de fazer, faço… Você tem que estar bem com o corpo. Se estiver a fim, beleza. O mesmo acontece com tatuagem. Nunca pensei em fazer, mas agora está me dando vontade de tatuar um corcel negro. Acho que tem a minha vibe, de liberdade.

O mesmo jeitinho ela mostra ao falar sobre procedimentos estéticos.

— Nunca fiz nada, mas não digo que não farei jamais. Daqui a algum tempo, se não estiver satisfeita, por que não fazer? Tendo um profissional legal, em quem eu possa confiar, o resultado pode ficar bem bacana. O lance é a pessoa saber o limite para não perder a expressão. Principalmente a gente, que trabalha com as emoções — constata.

Tags:

Deixe um comentário