Mais de 5,6 mil raios foram registrados em 2020 no Ceará; entenda o fenômeno

A Enel Distribuição Ceará registrou, por meio do Sistema de Monitoramento e Alerta, 5.601 raios, somente do dia 1º de janeiro até a última quarta-feira (8), em todo o estado. Cerca de 60% foram registrados somente neste meio de semana.

De acordo com o meteorologista da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) Raul Fritz, a chegada do período de chuvas mais intensas, acaba contribuindo para uma maior incidência de raios no Ceará.

“Sistemas meteorológicos que trazem chuva para este período costumam formar nuvens de grande desenvolvimento vertical, que são chamadas de cumulonimbus, elas também são conhecidas por ‘nuvens de tempestade’, e, diante disto, são também favoráveis à formação de raios”, explica o pesquisador.

Neste início de ano, Crateús foi o município com a maior incidência de raios (614); seguido de Ipueiras (393) e Independência (357). A Enel informa que 70% dos raios registrados ocorrem na região Norte do Ceará. Apesar disto, todo o Estado está susceptível.

“O território como um todo pode receber raios, porém, as regiões com maiores altitudes, como as serranas, têm uma frequência um pouco maior devido as condições para formação de nuvens de tempestade’, comente Fritz.

Em 2019, a Enel registrou 74.304 descargas atmosféricas em todo o estado. Santa Quitéria foi também o município com mais incidências, com 3.735 raios.

*Governo do Ceará

Leia também



TOP MOVEIS - Janeiro 2020
Mult Service_Novembro_2019
Dr. João Henrique

Enquete

VOCÊ ACHA QUE BOLSONARO ACERTOU AO BRIGAR COM SEU PARTIDO, O PSL?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados