Modelos da terceira idade posam de lingerie para calendário sexy

SENHORAS DO CALENDARIO – Sao 14 senhoras com idade entre 55 e 80 anos selecionadas para participar do calendario. Um projeto criado pelo produtor Eduardo Arauju. Na foto da esquerda para direita; Selma Albuquerque, Lucia Fernandes, Isolda Amazonas, Idalina Soares, Gracinda Senna, Eduardo Arauju, Graciara Cassimiro, Deise Brasil, Sonia Sabina e Vera Lu. Foto: Daniel Castelo Branco / Agencia O Dia – Daniel Castelo Branco

Rio – Vem aí um calendário sexy e apimentado para o ano de 2020 — e repleto de vovós tatuadas. O ‘Senhoras do Calendário’, criado pelo produtor cultural Eduardo Araúju, de 57 anos, valoriza e coloca em evidência a beleza da maturidade. Desta vez, o projeto acrescenta tatuagens, algumas delas colocadas digitalmente, nos corpos das senhoras.

Do grupo que vai estampar o ‘Senhoras do Calendário’, Isolda Amazonas (“só não revelo minha idade!”, diz) é a única que já se tatuou. Para ela, é uma experiência de liberdade. “Eu fiz a primeira no ombro há mais de 8 anos e foi uma florzinha e depois as borboletas. Achei bonitas e fiz. Gosto de poucas e não muito grandes. Deixa a gente mais moderna. Eu me olho no espelho e me acho com atitude e fashion. Sou tatuada mesmo e estou aqui para quebrar tabus. Sempre fui independente. E o que vale não é a idade cronológica, a idade é uma bobagem para quem tem uma alma jovem”, comenta.

Isolda, aliás, é a única que participou de todas as 13 edições do calendário. E coleciona faixas de concursos de beleza: Miss Maturidade, A Mais Bela Idosa do Brasil de 1998, Senhora Elegância, a Mais Bela Senhora do Brasil, Miss Flamengo, Rainha da Maturidade. “Adoro uma passarela e minha família também gosta disso”, diz a modelo veterana.

Quem também ama desfilar é a cabeleireira aposentada Dayse Brasil, de 65 anos, que estampa o mês de julho do calendário deste ano.

“Estou na terceira idade e é uma maravilha, não pago mais ônibus e nem metrô”, diz, rindo. “Sou modelo do Eduardo Araúju desde 1999. Todo ano é uma surpresa dele. Estar no calendário é um presente. É uma diversão quando eu tiro foto. Amo o que faço. Como brincadeira é coisa séria, levo muito a sério o que eu faço”, garante Dayse, que ainda fala do seu casamento e de suas peripécias sexuais.

“Sou casada há 35 anos. Meu marido tem 80 anos e com tudo em cima. E se cair, eu levanto (risos). O sexo na terceira idade tem que ser praticado sempre. É uma mistura de amor, compreensão, e paciência. Não existe homem brocha, existe mulher apressada”, finaliza.

*Conteúdo “O Dia

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Mult Service_Novembro_2019
IRLANIO LIMA - nov-2019 cortesia (1)

Enquete

VOCÊ ACHA QUE BOLSONARO ACERTOU AO BRIGAR COM SEU PARTIDO, O PSL?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados