Municípios do cariri registram quase 230 raios somente este ano

fevereiro 20, 2018 08:180 comentários

Crato e Barbalha lideram Incidência de raios na RMC

Conteúdo do jornal do cariri

O período de chuvas desperta cuidados com a incidência de raios nos municípios do Cariri. Nesse período, é constante a ocorrência de descargas elétricas atmosféricas que, muitas vezes, assustam a população e demandam cuidados. Este ano, até o dia 18 de fevereiro, a Região Metropolitana do Cariri (RMC) registrou a queda de quase 230 raios, sendo Crato e Barbalha os municípios onde ocorre maior incidência, com 51 e 40 raios respectivamente.Em 2017, foram cerca de 1.220, dos quais 265 ocorreram somente em Caririaçu.

passado mais do que dobrou a quantidade de descargas elétricas registradas nos nove municípios da RMC. Foram 1.223 contra 516. Além de Caririaçu, Santana do Cariri também registrou mais.de 200 descargas elétricas, seguida por Missão Velha, Crato e Farias Brito, com 196, 146 e 136 respectivamente. As cidades com menos incidência foram Jardim (39 raios), Juazeiro (46), Nova Olinda (69) e Barbalha (99).

Os dados fazem parte do monitoramento da rede experimental de detecção de descargas atmosféricas à longa distância, Sferics Timing and Ranging Network (Starnet). A ferramenta de monitoramento, intitulada Zeus, foi criada através de projeto desenvolvido por universidades brasileiras como a Universidade Estadual do Ceará (UECE), Universidade de São Paulo (USP) e antiga Companhia Energética do Ceará (Coelce, atualmente Enel Distribuição).

Como apresenta Eduardo Gomes, gerente de operação da Enel, os setores de energia e de comunicação são os mais “prejudicados” pela incidência de raios, que, muitas vezes, recebem a condução da corrente elétrica através de suas fiações. Daí, a necessidade de prever as tempestades e tomar atitudes proativas para sanar as possíveis consequências das descargas. “A incidência de raios está associada a determinado tipo de nuvem que, por sua vez, está associada ao quadro invernoso. Quanto mais intenso é o quadro invernoso, maior a probabilidade de incidências de raio”, explica.

Para 2018, se as chuvas forem acima da média, assim como aponta o prognóstico da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), há maiores chances do aumento nos registros das descargas. “A descarga atmosférica nada mais é do que uma corrente elétrica passando pelo ar. Ela tem uma intensidade energética muito elevada. E nós somos muito frágeis à energia”, afirma, dando como exemplo que um décimo da corrente necessária para funcionamento de uma lâmpada de 100 w já é capaz de matar um ser humano, dependendo de por onde ela passe. Daí a importância de evitar contato com essa corrente.

Um dos melhores lugares para ter proteção, como destacou o gerente, é dentro de casa, em um lugar de alvenaria. Uma vez protegido, é importante evitar contato com aparelhos que estejamem contato com o mundo externo, como, por exemplo, telefones com fio, geladeiras, notebooks ou celulares recarregando na tomada, etc. “Evitar ficar próximo de grades, cercas, portões de alumínio… Agora, se estiver fora, o ideal é que evite tocar ou seaproximar de materiais que facilitem a condução, como fiação elétrica, antenas, arames, maquinários”.

O abrigo sob a árvore também não é aconselhável porque, embora a madeira seja isolante, naquele momento ela também conduz eletricidade. “Se a pessoa estiver tomando banho em mar, açude ou piscina saia imediatamente da água. No escampado, o ideal é que fique abaixado esperando a tempestade passar para seguir seu caminho”, cita, dando como exemplo um tiro ao alvo, em que o meio é o ponto de queda do raio e os outros círculos seriam suasondas de energia, que podem ter diferenças de tensão suficientes que poderiam passar entre as pernas da pessoa. “O raio mata. Pode ser letal dependendo de onde passe pelo corpo humano”, enfatiza.

Lendas urbanas

“Um raio não cai duas vezes num mesmo local” – de acordo com Eduardo, isso não é verdade. Um raio pode cair inúmeras vezes no mesmo local. “Cobrir espelho para não atrair eletricidade” – também é um mito. O espelho só reflete a luz da descarga elétrica, que emite calor e luz. A luz se propaga e só pode refletir no espelho

Tags:

Deixe um comentário