Padeiro morre em Lavras da Mangabeira após colisão entre moto e carro na BR 230

Acidente ocorreu por volta das 19h30min, na BR 230, nas proximidades do Colégio Agrícola, em Lavras da Mangabeira. O padeiro Gabriel Vieira Rodrigues, de 21 anos morreu no local.  

DA AGÊNCIA CARIRICEARA
Jota Lopes – Foto: Arquivo/ Caririceara.com

Um padeiro de 21 anos morreu após uma colisão entre a moto que ele guiada e um carro de passeio, ocorrida na noite desta sexta-feira (18), em Lavras da Mangabeira. Por volta das 19h30min, o jovem Gabriel Vieira Rodrigues que residia na Rua Vicente Favela, 701, bairro Cruzeiro trafegava pela BR 230 pilotando uma motocicleta CG 125, da cor vermelha, sem placa na companhia de sua namorada, a estudante, Geralda Maria Olímpia Lima de 23 anos que mora na Rua Manuel Pinheiro Torres, bairro Além Rio, esta dirigindo uma motocicleta Honda/NXR Bros 150, de placa ATA-4388, de cor preta, ano 2010, inscrição do município de Colombo-PR sentido Várzea Alegre/Lavras da Mangabeira quando nas imediações da Escola Estadual de Educação Profissional Gustavo Augusto Lima (Colégio Agrícola), ele acabou colhido por um automóvel modelo Corola, de placas QFK-6415, de cor vermelha, ano 2015, com inscrição de Fortaleza-CE que seguia na mesma direção.

FOTO: REDES SOCIAIS
FOTO: REDES SOCIAIS

Com o impacto da batida entre os dois veículos, Gabriel Vieira caiu na pista de rolamento ficando gravemente ferido morrendo no local, enquanto que Geralda Maria ao perceber o choque entre o carro e a motocicleta do companheiro se desiquilibrou  e caiu da sua moto  sofrendo ferimentos leves. Ela foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e levada ao Hospital São Vicente Ferrer de Lavras da Mangabeira, em seguida recebendo alta médica.

O veiculo atropelador era guiado pelo representante comercial, Diogo Falchi Teixeira Barros, de  28 anos, que viajava na companhia de sua namorada, Mirian Torquato Gonçalves, de 19 anos. Os dois saíram ilesos.

A Polícia militar compareceu ao local do acidente e fez a condução do homem ao posto da Polícia Rodoviária Federal de Icó, mas acusado se negou a fazer o teste do bafômetro. Em seguida ele foi conduzido a Delegacia Regional de Polícia Civil de Iguatu, tendo o delegado plantonista, o Bacharel Carlos Alberto de Sousa Araújo lavrado inquérito policial por infração ao artigo 302 do Código de Trânsito – homicídio culposo que será por portaria. Depois dos procedimentos na DP,  Diogo Falchi foi liberado.

O corpo de Gabriel Vieira foi recolhido pela pericia forense do cariri para a sede do órgão em Juazeiro do Norte a fim de ser necropsiado e posteriormente entregue a família para providenciar o sepultamento do mesmo.

Reprodução autorizada mediante citação da Agência Caririceara

Leia também



Multiservice - Fauston
Nilton e Célia
Top Móveis_Crato Janeiro 2020

Enquete

Este ano haverá eleições. Qual deve ser a prioridade dos candidatos ao Executivo Municipal?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados
error: Conteúdo protegido!!