Passar contato do WhatsApp sem autorização pode dar multa

Brincadeira pode ser interpretada como crime

Se você compartilha contatos de amigos e desafetos em grupos do WhatsApp sem que essas pessoas tenham te autorizado, saiba que você pode ser multado.

A popularização dos grupos de imitação do WhatsApp resultou em uma onda de trollagens com vários usuários do app. Basicamente, alguns membros desses grupos passam contatos de amigos e pessoas “não tão amigas”, pedindo para que outros membros enviem mensagens. A vítima, então, começa a ser “bombardeada” com dezenas de mensagens, sem saber qual o motivo.

Uma situação semelhante aconteceu com o estudante Pedro Shibuya, de 23 anos, e que se parece com Yudi, ex-apresentador do programa Bom Dia e Cia, do SBT. Acostumado com as brincadeiras que faziam pessoalmente, ele passou a receber várias mensagens pelo aplicativo, que perguntavam sobre um PlayStation. Pedro disse que achou estranho no início, mas depois percebeu que era apenas uma trollagem feita por um de seus amigos, que passou seu contato em um grupo de imitação do Silvio Santos.

Brincadeira pode ser interpretada como crime

Para Marcelo Bulgueroni, advogado especialista em direito digital, se a vítima acionar a justiça, a brincadeira pode ser interpretada como crime. Neste caso, tanto os administradores do grupo do WhatsApp quanto quem divulga o telefone de alguém lá, assim como os que mandam as mensagens perturbadoras, poderiam ser responsabilizados. O número de celular de uma pessoa é um dado pessoal e não pode ser compartilhado sem sua autorização.

A partir de agosto de 2020, quando a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) entrar em vigor, esse tipo de brincadeira poderá ser considerada como “má utilização da informação”, crime que, embora não resulte em prisão, pode gerar multas com valores altos, dependendo do estrago causado.

No momento, mesmo antes da LGPD, já há algumas penas criminais para trollagens que sejam configuradas como injúria, calúnia e difamação, com, inclusive, a possibilidade de resultar em uma prisão.

Emojis

O WhatsApp lançou uma nova versão de seu aplicativo em versão beta no Android trazendo o Unicode 12.0, pacote que inclui 74 novos emojis para o catálogo do mensageiro. Anunciado em março, o padrão já está disponível no iOS 13 e também no Android 10, mas ainda não tinha sido adaptado para o aplicativo de mensagens que pertence ao Facebook.

Com a chegada da atualização, os usuários do WhatsApp Beta terão acesso a emojis de comida, objetos e símbolos bastante aguardados, como cara de bocejo (yawning face). O principal destaque, porém, fica para as figurinhas inclusivas, como braço protético, aparelho auditivo, cão-guia e cadeirante. Algumas das novidades, inclusive, foram sugeridas pela Apple no ano passado.

Quem está participando do beta do WhatsApp pode utilizar as novas reações baixando a versão 2.19.315, disponível por meio da Play Store. Infelizmente o programa de testes do serviço não está aceitando novos membros. Com isso em mente, o restante dos usuários ainda terá que esperar o suporte para o Unicode 12.0 chegar na edição final do aplicativo.

Quem também vai ter que esperar são os usuários do iOS. Até o momento, o WhatsApp não deu pistas de quando trará as novas figurinhas para o aplicativo dos iPhones. Assim como no Android, a edição do app para o sistema da Apple também possui um programa de testes, logo, a tendência é que os usuários do beta acabem recebendo primeiro a novidade.

Jornal do Brasil

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Mult Service_Novembro_2019
Dr. João Henrique
PROERD (2)
CRISTO

Enquete

VOCÊ ACHA QUE BOLSONARO ACERTOU AO BRIGAR COM SEU PARTIDO, O PSL?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados