Polícia Civil prende acusado de matar crediarista a facadas em Missão Velha

Hiago Clemente da Silva Gonçalves, 26 anos Missão Velha 16.04.2019 Foto Agência Caririceara.com

DA AGÊNCIA CARIRICEARA
Redação – Foto: Arquivo/ Caririceara.com

Na manhã desta quarta-feira (17), a Polícia Civil de Missão Velha (CE) deu cumprimento a mandado de prisão em desfavor do acusado de crime de homicídio, o paulista natural do município de Santos, Hiago Clemente da Silva Gonçalves, vulgarmente chamando de “Hiago de Lúcia do hospital”, 26 anos de idade.

Segundo as investigações, o preso foi indicado como principal suspeito de ter assassinado a golpes de faca o crediarista Felipe dos Santos Patrício, 27 anos de idade, o “Lipe” como era mais conhecida a vítima que morava na rua João Correia Arnaud, bairro, baixa do Tinguizeiro. O homicídio aconteceu por volta das 22 horas do dia 18 de janeiro de 2019 na rua João José de Sá, bairro centro de Missão Velha.

Segundo a Polícia, a vítima igualmente Hiago já possuía antecedentes criminais por pratica de diversos delitos, dentre esses tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo, inclusive já tendo passagens pelas cadeias do cariri.

Após ter cometido o ato criminoso, “Hiago de Lúcia do hospital”, fugiu tomando rumo ignorado. No dia 15 de fevereiro  último, ele já havia sido preso  pela policia militar no sítio olho D’água da Pedra, no município de Abaiara(CE, pelo mesmo crime e apresentado a policia civil vindo posteriormente  a ser posto em liberdade

Diante dos fatos, a Polícia Civil representou pela prisão preventiva do acusado, tendo o Ministério Público declinado a favor do pedido de prisão de “Hiago de Lúcia do hospital” e o Poder Judiciário seguido o mesmo entendimento, aceitando a representação.

Após ser o preso, o investigado foi apresentado ao delegado de plantão na delegacia municipal de Polícia Civil de Missão Velha onde foi ouvido pela autoridade policial, em seguida encaminhado a cadeia pública ficando disposição da justiça. A policia diz que o homicídio contra “Lipe”, até então, teve por motivação ameaças que a vítima e o acusado desferiram a cerca de aproximadamente há 2 anos atrás.

A republicação é gratuita desde que citada a fonte.

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade




Facebook

Publicidade

© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados