Saiba diferenciar sintomas da TPM e de outros transtornos

xfurious-2514031_1920.jpg.pagespeed.ic.cepTjO4OE8

A mulher fica irritada, sente mais vontade de chorar, perde a paciência com quem está por perto. Estes são sinais comuns da tensão pré-menstrual, a famosa TPM. Mas é normal sentir esta oscilação de humor durante vários dias do mês ou será que isto pode ser o indicativo de algum transtorno mental? Depende.

— Quando estes sintomas surgem até 14 dias antes da menstruação e desaparecem logo nos primeiros dias após o início do sangramento, há grande chance de ser TPM. Este é o principal ponto de diferença. Nos transtornos mentais não observamos essa particularidade ligada ao período menstrual — explica Nathalie Raibolt, ginecologista especializada em sexualidade, que completa: — Normalmente sugerimos que a paciente faça um diário dos sintomas. Assim conseguimos observar em que momento do ciclo as alterações de humor ocorrem.

É a variação hormonal atrelada ao ciclo menstrual que causa a oscilação do humor feminino. Poucos dias antes da menstruação, a quantidade de progesterona no sangue cai rapidamente. Além dela, a serotonina também diminui. Nestes dias, é comum que a mulher se sinta irritada, chorosa, tenha reações emocionais exageradas, sentimentos de rejeição e problemas de autoimagem corporal. Nos primeiros dias da menstruação, o estrogênio começa a se elevar e com isso os sintomas decorrentes da TPM desaparecem.

— O que ocorre é uma mudança brusca de hormônios no organismo da mulher que pode até causar dores físicas, como as de cabeça — destaca Ana Claudia Sodré, ginecologista da policlínica Centrodador.com.

Atenção se os sintomas forem acentuados
Existe também uma condição psiquiátrica clínica, conhecida como transtorno disfórico pré-menstrual. Ele apresenta alguns sintomas relacionados aos transtornos de humor, como irritabilidade excessiva, mudança brusca de humor, ansiedade acentuada, interesse diminuído pelas atividades rotineiras, alterações no sono e no apetite, por exemplo.

— Somente um médico psiquiatra poderá descartar a presença de outros transtornos psiquiátricos, como transtornos ansiosos ou de humor (depressão ou transtorno bipolar), avaliando pontos da rotina do paciente e as queixas trazidas ao consultório. Um dos parâmetros utilizados é o prejuízo que os sintomas causam à mulher. A incapacidade de funcionar socialmente ou profissionalmente na semana anterior à menstruação é um indicativo de que algo não vai bem e o auxílio médico deve ser considerado — afirma Antônio Geraldo da Silva, presidente da Associação Psiquiátrica da América Latina (Apal), e diretor e superintendente técnico da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP).

Sempre que alguma condição física ou emocional estiver atrapalhando sua qualidade de vida, aborde o assunto com seu médico de confiança.

Como diferenciar

Repare se os sintomas cessam logo no início da menstruação, se sim, este é um sintoma da TPM

Faça um diário de hábitos e sintomas. Anote tudo: quantas horas dormiu, se dormiu bem, como se sentiu ao acordar, o que comeu ou bebeu ao longo do dia. Pontue acontecimentos que mexam com o seu emocional. Quando pensamos retrospectivamente fica mais fácil perceber a duração e intensidade dos sintomas. Para o diagnóstico, é importante que as anotações sejam diárias

Observe seus sintomas por pelo menos 3 meses. Os sinais da TPM podem variar muito de um ciclo para o outro, por isso, a avaliação precisa ser prolongada

Analise se os sintomas aparecem de forma regular ou se ocorrem somente nos 14 dias antes da menstruação. Muitas vezes a TPM ocorre somente na semana anterior. Porém, em casos mais graves, ela aparece logo após a ovulação, ou seja, pode durar até 14 dias

Veja se os sintomas afetam suas atividades usuais: trabalho, exercícios, eventos sociais, etc

Perceba se você fica ao menos 1 semana do ciclo livre de sintomas. Caso contrário pode não ser TPM

Liste todo e qualquer medicamento ou suplemento que esteja tomando ou que tenha tomado. Alguns remédios podem ter efeitos colaterais relacionados ao comportamento, e é importante que seu médico tenha conhecimento de todos eles para poder chegar a um diagnóstico mais preciso

Evite excessos de álcool, café ou outras drogas durante o período observado.

*Extra online

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade




Facebook

Publicidade

© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados