Travesti é achada morta com sinais de tortura na cachoeira de Missão Velha

A vítima estava parcialmente submersa com um balde cheio pedras amarrado com correntes na cintura e uma corda de nylon no pescoço, pressa a uma madeira utilizada para medição do nível d’agua no local.

DA AGÊNCIA CARIRICEARA
Jota Lopes – Foto: Redes sociais

O corpo de uma travesti, identificada como “Monique” como era conhecida a vítima, Leonardo Matias Chagas, de 25 anos, que residia no Sítio Porteiras no bairro Frei Damião, em Juazeiro do Norte foi encontrado por volta das 10 horas desta sexta-feira (14), nas águas da Cachoeira de Missão Velha (CE).

Foto: Redes sociais
Foto: Redes sociais

A vítima estava parcialmente submersa com um balde cheio pedras amarrado com correntes na cintura e uma corda de nylon no pescoço, pressa a uma madeira utilizada para medição do nível d’agua no local. O cadáver foi regatado do reservatório por populares.

Militares do destacamento policial militar de Missão Velha estiveram no local isolando a área, como bem solicitaram a presença da Perícia Forense do Cariri que recolheu o corpo para exame cadavérico na sede do órgão, em Juazeiro do Norte para posteriormente ser entregue aos familiares para providenciarem o sepultamento. A Polícia Civil abriu inquérito para elucidar o crime.

A republicação é gratuita desde que citada a fonte.

Leia também



Multiservice - Fauston
CÂMARA CRATO - CORONA 12.ABRIL-2020
Nilton e Célia
Top Móveis_Crato Janeiro 2020

Enquete

Você acha que o presidente Bolsonaro está agindo corretamente, defendendo que as pessoas saiam do confinamento contra o coronavírus?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados
error: Conteúdo protegido!!