V Encontro de Cuidadores de Alzheimer do Cariri discute  cuidados e processo de envelhecimento

A Organização Mundial de Saúde estima que Alzheimer seja a forma mais comum de demência, responsável por 60% a 70% dos casos. Para conscientizar a população sobre o tema, no dia 21 de setembro é lembrado o Dia Mundial da Pessoa com Alzheimer. Em alusão à data, a Unidade Crato do Sesc realiza programação durante todo o mês no V Encontro de Cuidadores de Alzheimer do Cariri.

O encontro acontece anualmente no mês de setembro, idealizado pela psicóloga Lia Limaverde. O objetivo principal é partilhar conhecimentos sobre a doença, o processo do envelhecimento e os cuidados. Uma equipe multidisciplinar discute a temática, trazendo novidades, práticas para o cuidado e promovendo a troca de experiências entre os participantes.

Sinais de alerta e diagnóstico precoce

Os primeiros sintomas da doença de Alzheimer são sutis: de acordo com a psicóloga Lia Limaverde, é comum que os sintomas iniciais sejam confundidos com o processo natural de envelhecimento. Lapsos de memória, dificuldade de reconhecer objetos comuns, desorientação de tempo e espaço e alterações de humor devem acender o sinal de alerta.

É fundamental estar atento aos primeiros sinais, assim, é possível realizar o diagnóstico precoce e iniciar o tratamento. A descoberta permite que a pessoa diagnosticada e os familiares se preparem e se informem sobre o avanço da doença. “Quando diagnosticada no início, é possível retardar o avanço e controlar os sintomas, garantindo melhor qualidade de vida”, esclarece a psicóloga.

Modos de prevenção

O cérebro começa a se degenerar a partir dos 50 anos de idade. Cuidar do cérebro e do corpo pode retardar o aparecimento de doenças. Atividades físicas são recomendadas para garantir uma boa qualidade de vida. Além disso, leitura e jogos como sudoku e palavras cruzadas também ajudam a exercitar o cérebro. “Ter uma alimentação saudável e constantemente aprender coisas novas também são medidas de prevenção”, completa Lia Limaverde.

Programação

14/9

Cantinho com a Família

Acolhimento e orientações aos familiares para os cuidadores de idosos. Acompanhamento profissional: massoterapia, psicóloga e psicopedagoga.

Local: Laboratório LACEN (Rua Vicente Tavares Bezerra, 208, São Miguel)

Acesso gratuito

19/9 – 14h30 às 17h

Cantinho com o cuidador

Oficina do cuidador: massagem para o idoso com a massoterapeuta Janaina Norões.

Local: Alzheimer Cariri

Inscrições: um kit higiênico (creme dental e sabonete)

21/9 – 17h30 às 19h30

Caminhada de Conscientização da Doença de Alzheimer

Local: Praça Alexandre Arraes

Acesso gratuito

22/9

Culminância e Encerramento

Tema: Envelhecimento, Seguridade Social e Família

Local: Teatro Adalberto Vamozi Unidade Sesc do Crato (Rua André Cartaxo, 443)

As inscrições podem ser realizadas de forma presenciais no Programa Assistência e pelo site www.cemppec.com.br. É necessário doar 1kg de alimento não perecível.

8h – Credenciamento

8h30 – Cerimônia de abertura

8h50 – Apresentação Cultural (Dança Rosa Vermelha do Trabalho Social com Idosos e Coral Idosas da UniLeão)

9h20 – Palestra “Políticas Públicas: Marco Legais e Regulatórios ao Idosos”

Facilitadora: Lívia Siebra (Advogada)

10h30 – Coffe break

10h50 – Palestra “Atualidade da Doença do Alzheimer”

Facilitador: Dr. Cicero Job (especialista em Neurologista)

12h – Encerramento da manhã

14h – Palestra “O Idoso no Contexto Familiar”

Facilitadora: Andreia Maria Façanha (Assistente Social)

15h – Palestra “Conversando Sobre o Envelhecimento”

Facilitadora: Dra. Carmem Carvalho (Geriatra)

16h – Exposição de Idéias: Oficinas de idéias com Grupo de Idosos

16h30 – Momento Poesia: agradecimentos e entrega de certificados

17h – Encerramento

Serviço:

V Encontro de Cuidadores de Alzheimer do Cariri

Datas: 14, 19, 21 e 22/9

Local: Crato

Informações: (88) 3523.4444

Sobre Os 70 anos do Sistema:

Após o período da Segunda Guerra o Brasil passou por grandes desafios. O Estado não conseguia atender a crescente demanda por serviços sociais, nem acompanhar o novo contexto do mercado de trabalho. Deste modo, em maio de 1945, representantes empresariais da indústria, comércio e agricultura, realizam em Teresópolis, a primeira Conferência das Classes Produtoras (CONCLAP). Nesse encontro elaboram uma proposta ousada de custeio dos serviços sociais e da educação profissional para os trabalhadores com recursos das classes patronais. A Carta da Paz Social foi o documento que formalizou as diretrizes para o desenvolvimento econômico com justiça social. Nascia assim, a partir da iniciativa do empresariado, o Sistema S, o maior Sistema de desenvolvimento social do mundo.

No Ceará, em 16 de março de 1948, o empresário Clóvis Arrais Maia fundou a Federação do Comércio com a finalidade de unir lideranças do setor para colaborarem com a educação profissional e a qualidade de vida dos trabalhadores. No mesmo ano, a Fecomércio implanta o Sesc e o Senac instituições mantidas pelos empresários do comércio que ofertam serviços sociais e educam para o comércio de bens, serviços e turismo.