30 quilos de maconha são apreendidos pela Polícia Civil do cariri na divisa entre o Ceará e Pernambuco

FOTO: POLÍCIA CIVIL DO CEARÁ/DIVULGAÇÃO
FOTO: POLÍCIA CIVIL DO CEARÁ/DIVULGAÇÃO

Apreensão ocorreu em um posto fiscal que fica localizado entre as cidades do Crato e Exu, na divisa do Ceará e Pernambuco. A maconha  era transportada em um ônibus oriundo do estado de São Paulo.

Mais uma investida no combate ao tráfico interestadual de drogas, desenvolvida pela Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE), na noite dessa segunda-feira (28), resultou na apreensão de cerca de 30 quilos de maconha que eram transportados em um ônibus oriundo do estado de São Paulo. A ofensiva policial realizada pelo Núcleo de Combate ao Tráfico de Drogas (NCTD) do Cariri – com apoio do Departamento de Inteligência (DIP) da PC-CE, ocorreu em um posto fiscal que fica localizado entre as cidades do Crato e Exu, na divisa do Ceará e Pernambuco. Uma mulher responsável pelo transporte da droga foi presa. Como forma de despistar as investigações, a suspeita viajava com o filho, uma criança de três anos.

Larissa Kaylane Araújo Misael, de 19 anos, que quando menor já foi autuada por tráfico de drogas, foi presa por ser a pessoa responsável pelo transporte da dos entorpecentes. Conforme as investigações, Larissa foi para São Paulo, no último sábado (26), onde recebeu a droga e retornou para o Ceará, local em que entregaria os entorpecentes no Cariri, sul do estado.

Assista ao vídeo:

Após confirmar o retorno da suspeita para solo cearense, a Polícia Civil montou uma operação que resultou na apreensão de 51 tabletes de maconha, totalizando cerca de 30 quilos de entorpecentes.

A abordagem ocorreu no posto fiscal, na rodovia BR 122, que fica entre as cidades do Crato/CE e Exu/PE. Diante dos fatos, a mulher foi presa e autuada em flagrante por trafico de drogas. Já o filho dela foi entregue aos cuidados de familiares. Além da droga, com ela foi apreendido um aparelho celular, documentos e o bilhete da passagem da suspeita. A Polícia Civil mantém as investigações no sentido de identificar e localizar para quem a droga seria entregue.

Denúncias

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As informações podem ser direcionadas para o (88) 3102-1116, o número da Delegacia Regional de Juazeiro do Norte.

Denúncias também podem ser repassadas para o número (88) 2157-8021, que é o WhatsApp do Núcleo de Combate ao Tráfico de Drogas (NCTD) do Cariri, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem de áudio, de texto ou vídeo, ou para o 181, o Disque-Denúncia da SSPDS, ou para o (85) 3101-0181, que é o número de WhatsApp. O sigilo e o anonimato são garantidos.

Reprodução autorizada mediante citação da Agência Caririceara

Leia também



PATOM

Enquete