Padre da Diocese do Crato é preso em ação do MPCE acusado de pedofilia

Padre Lenilson Laurindo Silva da Diocese do Crato - DIVULGACAO

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por intermédio da Promotoria de Justiça da Comarca de Juazeiro do Norte, efetivou nesta sexta-feira (07) a prisão preventiva de padre Lenilson Laurindo Silva da Diocese do Crato, sob acusação de crimes sexuais contra adolescentes. A denúncia contra o sacerdote foi feita pela mãe de uma das vítimas diretamente ao MPCE. Na manhã de hoje foram cumpridos mandados de busca e apreensão, expedidos pela 2ª Vara de Justiça Criminal de Juazeiro do Norte, e efetivados com o apoio da Polícia Civil do Crato e de Juazeiro do Norte.

Padre Lenilson é vigário da Igreja de N.Sra. de Fátima, no Bairro Pimenta, em Crato
Padre Lenilson é vigário da Igreja de N.Sra. de Fátima, no Bairro Pimenta, em Crato

O padre está sendo acusado de exploração sexual de acordo com o artigo 218-B do Código Penal: “Submeter, induzir ou atrair à prostituição ou outra forma de exploração sexual alguém menor de 18 (dezoito) anos ou que, por enfermidade ou deficiência mental, não tem o necessário discernimento para a prática do ato, facilitá-la, impedir ou dificultar que a abandone”.

Os mandados foram cumpridos em dois endereços, onde foram apreendidos celulares, computadores e HDs externos. Segundo a titular da 6ª Promotoria de Justiça da Juazeiro do Norte, Juliana Mota, o MPCE investigou o caso por cerca de dois meses, após receber denúncia de uma mãe de adolescente, que estaria tendo envolvimento com o sacerdote.

Fotos: Divulgação

Fonte: Ministério Público do Estado do Ceará

Leia também



PATOM

Enquete