Adolescente sem passagens policiais é executado com tiros na cabeça, em Crato.

Jota Lopes – Agência Caririceara.com
Foto:Vc/Repórter/WhatsApp

Uma execução sumária ocorrida na noite desta sexta-feira (18), na cidade do Crato vitimou um rapaz menor de idade. O estudante Wesley da Silva Ribeiro, o “Tiquim” como era chamado que residia na Rua Pedro Vilar, 193, Conjunto Nossa Senhora de Fátima (O Mutirão da vida) foi morto com disparos de arma de fogo na cabeça. O crime aconteceu por volta das 22h00min na Rua Saturnino Candeia à altura do número, 395 no Mutirão.

A equipe da Força Tática de Apoio motorizada da polícia militar, Soldados Torres e Bruno e Alves tomou conhecimento do fato quando realizava policiamento ostensivo no Bairro Alto da Penha deslocando-se para o local do delito. A namorada da vítima disse aos militares que se encontrava na companhia de “Tiquim” , momento em que dois indivíduos não identificados chegaram numa motocicleta de características não anotadas, um dos desconhecidos desceu do veículo e se aproximou do seu namorado da mesma de arma em punho e sem qualquer discussão cometeu o crime para depois empreender fuga juntamente com seu comparsa, seguindo destino ignorado.

O SAMU foi acionado, mas ao chegar no local as socorristas, Dra. Lima e a enfermeira Luana apenas constataram o óbito de “Tiquim”. O núcleo de ciências forense foi comunicado da morte e deslocou uma equipe do rabecão que fez o traslado do corpo para ser necropsiado. A polícia informou que a vítima não possuía antecedentes criminais. A polícia fez diligências em torno do fato, mas sem êxito e identificar e prender dupla acusada.

Lesão corporal.

CRATO – Ontem, por volta das 05h29min, Mauricio Augusto Alves, 33 anos, residente na Rua Lavras da Mangabeira, 582, Bairro Seminário, em Crato foi lesionado a bala à altura do peito e socorrido em estado grave para o Hospital São Francisco. O crime ocorreu na Rua Lavras da Mangabeira, 560.

A policia esteve no local aonde populares informaram apenas terem ouviram disparos de arma de fogo, junto com um barulho de moto vindo em seguida  se depararem com a vítima baleada caída ao solo . Diligências foram realizadas pela policia militar no intuito de identificar e prender o atirador, contudo não obtive êxito. A motivação para o crime ainda é desconhecida, diz a polícia.

Leia também



PATOM
WhatsApp Image 2022-06-20 at 16.09.29

Enquete