Aeroporto de Juazeiro terá investimento de R$ 575 mil para modernização

Atualmente, há, no Aeroporto de Juazeiro do Norte, uma restrição para as aeronaves Airbus 320 e Boeing 737/800. Ou seja, a pista de pouso do equipamento não suporta mais o peso de aeronaves de grande porte. Foto: Jota Lopes/Arquivo/Caririceara.com

No início de junho deste ano, empresários de Juazeiro do Norte iniciaram uma campanha para cobrar do governo federal recursos para reforma e ampliação do Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes, localizado no município cearense. Na época, o equipamento já estava perdendo voos por conta de problemas de infraestrutura, o que preocupava a população local. Na próxima segunda-feira (22), porém, os recursos tão esperados começarão a ser anunciados, já que o ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella, vai fazer uma visita ao município e lançar oficialmente o edital para obras de recuperação de uma pista de taxiamento do aeroporto.

De acordo com a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), o edital deve ser publicado no Diário Oficial da União até a próxima quinta-feira (25), com abertura das propostas prevista para o dia 8 de setembro. O investimento previsto é de R$ 575 mil, com um prazo de execução dos serviços estimado em três meses.

Inicialmente, o serviço de recuperação do Aeroporto de Juazeiro do Norte será realizado na taxiway C, um dos espaços onde são realizadas as manobras de aeronaves. A previsão é que as obras sejam iniciadas até o dia 10 de outubro.
Necessidade

Em meados de junho, Camilo Santana chegou a viajar a Brasília para solicitar ao ministro Maurício Quintella, por meio de ofício, mais investimentos para o Aeroporto de Juazeiro do Norte. Segundo o governador do Ceará, é “urgente garantir recursos para recuperação e reforço do pátio e taxiways, evitando assim a paralisação da operação do aeroporto, além de garantir o crescimento sustentável do mercado de aviação civil na macrorregião do Cariri”.

A taxiway C, aliás, que será reformada após o lançamento do edital, está atualmente interditada por conta da desagregação da camada asfáltica. Dessa forma, há uma restrição para as aeronaves Airbus 320 e Boeing 737/800 por conta da compatibilização de ACN com PCN, além da taxiway Beta necessitar de reparos. Ou seja, a pista de pouso não suporta mais o peso de aeronaves de grande porte.
Segundo o titular da Secretaria de Turismo (Setur) de Juazeiro do Norte, Roberto Celestino, se o impasse não for resolvido o mais breve possível, a Latam deverá suspender suas operações em Juazeiro do Norte ainda neste semestre. Ele acrescenta que a Avianca também sinalizou deixar de operar em outubro. Quanto à Gol, Celestino acredita que a tendência será a mesma.

Fluxo

Ainda de acordo com informações da Setur de Juazeiro do Norte, de janeiro a abril deste ano, 182.359 passageiros passaram pelo terminal da cidade, número 40% maior que o registrado em igual período de 2015 (130.344). No ano passado, o fluxo foi de, aproximadamente, 450 mil passageiros. O secretário estima que, em 2016, a movimentação passe de 500 mil pessoas.

Atualmente, o aeroporto conta com uma média de 18 pousos e decolagens comerciais regulares por dia, de três companhias aéreas (Azul, Gol e Avianca). Os destinos dos voos que partem de Juazeiro do Norte são: Petrolina (PE), Viracopos (SP), Guarulhos (SP), Fortaleza (CE), Recife (PE) e Brasília (DF).

Fonte: Diário do Nordeste

Leia também



Multiservice - Fauston
Top Móveis_Crato Janeiro 2020

Enquete

Eleitorado nas urnas: você é a favor do voto impresso?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados