Agricultor é baleado na face em Salitre e socorrido ao HRC aonde veio óbito pouco tempo depois.

Agricultor é baleado na face em Salitre e socorrido ao HRC aonde veio óbito pouco tempo depois.-RABECÃO

Uma mulher foi presa acusada de participação no crime

Nesta quarta-feira por volta das 09h10min, o agricultor Raimundo Feitosa de Sá, 54 anos, apelidado por “Raimundo de Mirô” que morava na rua Pereira Figueiras, 50, bairro Batalhão, em Campos Sales deu entrada no hospital daquele município, baleado em um dos lados da face. Devido a gravide das lesões, ele foi transferido para o Hospital regional do Cariri, em Juazeiro do Norte vindo a entrar em óbito por volta das 14 horas.

A polícia militar compareceu ao local do crime onde a mãe da vítima informou que pela manhã o filho se encontrava fazendo uma cerca em sua propriedade, denominada de terreno de ‘Mirô’, localizado às margens da rodovia estadual CE 292, no Sítio Alegre, em Salitre-CE momento em que foi surpreendido com três disparos de arma de fogo efetuados por um homem de nome Luiz, vulgo “Bigode” residente no Sítio de Alagoinha, em Araripe. Segundo a denunciante, o acusado chegou numa motocicleta na companhia da companheira apelidada por “Graças de Cristina”, posteriormente identificada por Maria Feitosa Rocha, 42 anos de idade, com residência à Rua Alexandre Torres, 205, bairro Alto Alegre, Campos Sales que após a ação criminosa empreenderam fuga. Segundo familiares, a vítima não possuía antecedentes criminais e que desconhecem a motivação para o homicídio.

Por volta das 11 horas a CIOPS Campos Sales uma ligação anônima informando que horas antes de “Raimundo de Mirô” ser baleado, “Graças de Cristina”, teria ido até a garagem do hospital local troca sua CB 350 de cor amarela, ano 2012, por outra, CG 150 de cor vermelha pertencente ao um irmão da mesma de nome Raimundo motorista de ambulância daquela unidade hospitalar que não foi localizado.

Diante das informações uma equipe de militares foi acionada para o hospital aonde fizeram a apreensão da motocicleta que foi conduzida a delegacia de policiai civil local. Na DP foi realizada pesquisa constatando que o veiculo era clonado. Ao saber da apreensão de sua motocicleta, “Graças de Cristina”, se deslocou a delegacia munida da documentação do veículo, mas devido já existir um mandado de prisão temporária expedido pela justiça contra a mesma por ser suspeita de participação no homicídio em que foi vítima “Raimundo de Mirô”, a autoridade policial lhe deu voz de prisão. “Graças de Cristina” foi encaminhada a cadeia pública de Campos Sales, onde está a disposição da justiça. Diligencias estão efetuadas pela policia, no intuito de localizar e prender o autor dos disparos que mataram o agricultor.

Redação / Caririceara.com

Leia também



PATOM
WhatsApp Image 2022-06-20 at 16.09.29

Enquete