AGRICULTURA. Cai no município de Várzea Alegre área cultivada.

AGRICULTURA DE ARROS - FOTO DIVULGAÇÃO

Foto: Divulgação

Várzea Alegre ficou conhecida nas décadas de 70, 80 como sendo a terra do arroz, sua área geográfica por dispor de riachos e terra de baixio tinha o cultivo do arroz como uma cultura de ponta. Na época os produtores se detinham a plantarem três espécies de cultivos milho, feijão e arroz sendo este o que levou o município ao titulo de terra do arroz.

Com o passar dos anos onde apareceram as irregularidades das quadras chuvosas e outras produções como: pecuária leiteira, psicultura, hortifruti granjeiro dentre outros segmentos de produção da agricultura familiar.

Porém, após uma Conselho Municipal de Desenvolvimento Sustentável CMDS no último dia 25 de abril na sede do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais órgãos como: Famuva, Ematece, Sindicato e secretaria de Desenvolvimento Agrário; chegou-se a um entendimento que algumas perdas na produção foram impactantes.

Na agricultura a safra deste ano de 2019 foi afetada mesmo tendo sido registrados 681mm a irregularidade das chuvas comprometeu a desenvoltura da produtividade caindo em pelo menos 35% da safra plantada.

O distrito de Ibicatu foi o mais atingido com perca de 60%, e o menos afetado foi o distrito de Naraniú com apenas 25% de perca na sua produtividade. Porém, para os órgãos que atuam direto na área da agricultura o que chamou mais a atenção foi a redução da área plantada.

Quando feito um comparativo de 2010 para 2019 os números apontam que uma média de 40% da área plantada foi diminuída enfraquecendo a produção agrícola no município, lago que acena como bandeira negativa no segmento da agricultura.

*Conteúdo Pé no Chão Informativo

Leia também



PATOM

Enquete