Após cinco semanas em ‘lockdown’, Juazeiro do Norte reabre setor econômico

Cidade é um importante polo econômico e de prestação de serviço do interior cearense

A maior cidade do interior e um dos mais importantes centros urbanos comercial, industrial e de prestação de serviço no Ceará, Juazeiro do Norte, se prepara para retomada das atividades econômicas a partir desta segunda-feira (03), após cinco semanas de isolamento social restritivo. O serviço de transporte intermunicipal também voltará a funcionar.

Nesta fase de retomada, há autorização para o funcionamento das cadeias da indústria química, artigos de couro e calçados, indústria metalúrgica e mecânica, saneamento e reciclagem, construção, artigos do lar, agropecuária, movelaria, tecnologia da informação, logística e transporte, automotiva, têxteis e roupas, indústria de serviço de apoio, comércio varejista, comunicação, publicidade e editoração.

O retorno das atividades será gradual e terá, inicialmente, 40% do trabalho presencial. As lojas vão funcionar das 10 horas às 16 horas. Já os setores de bares, restaurantes, buffets, eventos, academias, escolas, igrejas e faculdades continuam proibidos nesta fase.

O setor comemora a volta da atividade. Francisco Martins, de 63 anos, é um deles. O empresário tem uma loja de confecções na Rua São Pedro, uma das principais vias do centro da cidade.

“Estamos prontos para reabrir e tomara que os clientes apareçam porque já passamos por um longo tempo fechado, sem vender nada”, comentou.

A presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Juazeiro do Norte, Zenilda Sena, disse que o cenário é positivo, mas adverte para a importância de os empresários e consumidores seguirem as normas de segurança para prevenção contra o coronavírus.

“Vamos reabrir na semana que antecede o Dia dos Pais, data importante para o varejo. Acreditamos que os consumidores vão voltar às compras, mas precisamos manter as lojas seguras para evitarmos um retrocesso”, ressalta.

O prefeito de Juazeiro do Norte, Arnon Bezerra, revela a expectativa de que os moradores vão manter as medidas de preventivas. “A população tem de adotar para si as medidas de segurança, que são fundamentais nesse momento”. O gestou também defendeu a adoção de medidas integradas entre as cidades de Barbalha, Crato e Juazeiro do Norte, onde há movimentação intensa de veículos e pessoas.

Epidemiologia

De acordo com o último boletim epidemiológico da Secretaria municipal de Juazeiro do Norte, já são 11.017 casos confirmados, com 227 óbitos e 6.956 recuperados. No dia 1º de julho, Juazeiro do Norte registrava 3.310 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus e 88 óbitos. Em um mês, houve crescimento de 232% no número de casos e de 158% de mortes.

Os números, ainda que oficiais, apresenta diferença dos divulgados pela Secretaria da Saúde (Sesa) do Estado. Isto ocorre pois há uma demora de alguns dias para que a Sesa contabilize todos os dados dos municípios cearenses e os insiram na plataforma IntegraSus. Conforma a Sesa, Juazeiro do Norte tem 9.543 infectados.

Para a Secretaria da Saúde de Juazeiro do Norte, o crescimento dos casos está relacionado com o número de testes rápidos que foi ampliado. Em nota, a pasta frisou que o Município é um dos que mais testam no interior, oferecendo unidades fixas e em campanhas de busca ativa nos bairros e na zona rural.

*Conteúdo “Diário do Nordeste

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Multiservice - Fauston
CÂMARA CRATO - CORONA 12.ABRIL-2020
Nilton e Célia
Top Móveis_Crato Janeiro 2020

Enquete

Você acha que o presidente Bolsonaro está agindo corretamente, defendendo que as pessoas saiam do confinamento contra o coronavírus?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados
error: Conteúdo protegido!!