Artesanato caririense ganha novo espaço de comercialização com loja da CeArt

220307_CEART-JUAZEIRO_NIU5925-1200x800

Região de vasta expressão cultural, dentre elas um forte artesanato, o Cariri conta, agora, com uma nova loja da Central de Artesanato do Ceará (CeArt), inaugurada nesta segunda-feira (7). Localizado em Juazeiro do Norte, o equipamento vai funcionar no Complexo do Centro Multifuncional de Serviços. Além de contar com um vasto material de artesanato da região, no local será possível realizar a emissão e renovação de identidade artesanal e certificação de produtos artesanais para comercialização.

Grande incentivadora do artesanato e da valorização dos profissionais, a primeira-dama do Estado, Onélia Santana, ressaltou a importância da criação desses espaços para o segmento. “A loja está linda. O Governo do Estado tem valorizado bastante o artesanato cearense. Cada vez que abrimos uma loja significa dizer que o artesão vai produzir mais e gerar economia. São mais de duas mil peças de todas as tipologias do artesanato cearense das regiões do Ceará. O romeiro e o turista que vierem aqui terão a oportunidade de conhecer. É a nossa cultura viva mostrando o dia a dia do nosso estado. Eles contam essa história através de suas peças”, destacou Onélia.

Com a nova loja no Cariri, a CeArt passa a contar com seis espaços físicos de comercialização do artesanato cearense no Estado e um canal on-line (lojaceart.online). A secretária da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos, Socorro França, enfatizou o trabalho feito nos últimos anos para dar mais sustentabilidade para a carreira dos profissionais. “O único estado brasileiro que compra do artesão a produção é o Ceará. Agora, com esse espaço fomentando nos artesãos cada vez mais a vontade de colocar o seu produto, o mundo inteiro vai conhecer nosso produto. Isso significa dizer que estamos ajudando quem está na ponta. E essa é uma região rica em artesanato”, afirmou a titular da SPS.

Gledson Bezerra, prefeito de Juazeiro do Norte, comemorou a chegada desse espaço e comentou a riqueza cultural da região. “O Cariri é um berço de artistas. Aqui é um ambiente que a gente pode receber os romeiros, turistas, pertinho da Lira Nordestina, do Centro da cidade. Esse espaço ficou belíssimo e para nós juazeirenses é um motivo de orgulho”, disse o gestor municipal.

Arte da vida

Na residência do casal Raimundo Caetano e Juvani Rodrigues o sustento é tirado do artesanato. Racar, como é conhecido Raimundo, já trabalha com a arte há mais de três décadas. Foi ele quem ensinou sua esposa a talhar a madeira da emburana na busca por novas peças. Parceiros da CeArt, os dois já comercializam suas peças nas outras lojas físicas e virtual da central. Contudo, ambos acreditam que a nova loja, na cidade natal, vai render novos e bons negócios. “O artesanato é muito bom e importante. A (loja da) CeArt traz mais oportunidade de vendas para os artesãos”, comentou Juvani.

Para Racar, o local escolhido para abrigar a nova estrutura não poderia ser melhor. “A gente vive do artesanato. A CeArt sempre foi muito boa na minha profissão, uma grande parceira. Agora, com essa nova loja, é mais uma vitrine para a cultura do Cariri e do Ceará. Esse novo local vai ser muito melhor, porque aqui é um ponto que recebe muita visita de quem vem à Juazeiro do Norte”, ressaltou o artesão.

Rota do Cariri

Durante o evento, foi apresentada a Rota Cariri, que fará um traçado turístico a partir dos artesãos credenciados que integram o projeto Rotas CeArt. Por meio do site e aplicativo móvel, o projeto vai traçar 14 rotas turísticas artesanais com artesãos cadastrados e credenciados pela Central.

A coordenadora de Desenvolvimento do Artesanato do Ceará, Patrícia Liebmann, explicou um pouco mais como a iniciativa vai ajudar a popularizar e valorizar o trabalho. “Com a Rota Cariri a pessoa vai poder visitar a casa do artesão e saber como o produto é feito, aprendendo a valorizar um pouco mais. Vamos até a casa dele conhecer como é feito aquele produto. Vamos fazer essa parceria entre o turismo, cultura e artesanato”, comentou Patrícia.

“Todo artesão é um artista e ver nossa arte neste espaço tão bonito é muito emocionante para nós que trabalhamos desde garoto com esse ofício”, conta o xilogravurista, José Lourenço Gonzaga, que faz parte da Associação Lira Nordestina há 40 anos e, atualmente, integra a Rota Cariri.

*Governo do Ceará

Leia também



PATOM
WhatsApp Image 2022-07-28 at 08.57.10

Enquete