Audiência publica discute evasão das fontes em Santana do Cariri

Preocupado com a perca da vazão das fontes devido a retirada de água em abundancia para abastecer os  municípios da região do cariri Oeste, o município de Santana do Cariri, foi palco da realização de uma audiência publica, que ocorreu na câmara municipal e contou com a participação de representantes dos poderes executivo, legislativo,  ambientalistas, profissionais liberais, professores,  estudantes, técnicos do Sebrae, proprietários de fontes,  além da sociedade civil organizada.

   A temática do encontro, versou sobre o tema preserve as nossas fontes e tenha uma água saudável.

    A secretária de meio ambiente do município de Santana do Cariri, Ana Sisnando, pontua que a audiência publica serviu para que possamos apontar a extração ilegal de água em nossas nascentes, onde há alguns carros clandestinos, que estão retirando a água das fontes de nosso município, sem conhecimento ou jurisdição, mesmo porque há proprietários de fontes que estão vendendo a água, sem que passe por nenhuma inspeção ou regularização desta situação, a água está sendo retirada diariamente, comprometendo o nosso eco sistema e diminuindo consideravelmente a sua vasão, mesmo porque está sendo utilizado ligações clandestinas, como a utilização de caixas de cinco mil litros, para abastecer os caminhões que carregam essa água, la da fonte do vale do Buriti.

 

  Sisnando, disse ainda, que essa audiência possibilita que o governo municipal, possa sentar e discutir com os proprietários de fontes, com a finalidade de conscientiza los para a diminuição da retirada de água, a fim de que possamos saber quantas carradas d água poderia ser retirada de Santana do Cariri, sem prejudicar a nossa população, mesmo porque hoje mais de 30 caminhões estão retirando sem um consenso em comum, onde os próprios produtores possa usar essa água para o plantio de hortaliças, bananas, gerando um maior incremento no potencial rurícola do município, sem ter que extrair essa água. visto, que a cada dez anos está sendo diminuido 10 metros cubicos, temos uma média que por ano temos uma vasão de mais de 300 metros cubicos d água, hoje nos temos no município, 10 proprietários de fontes.

 

     O fator, de maior gravidade está sendo o desvio do curso dessas águas que caiam sobre o leito do Rio Cariús, onde os proprietários de terras estão fazendo um canal paralelo ao Rio, para que essa água possa se desviar para a sua propriedade, e com isso o Rio Cariús, está sendo aterrado além do desmatamento indiscriminado próximo as nascentes. 

      para, tanto é necessário que tenhamos um auxilio maior de órgãos como o Ibama, e o ministério publico para que possam intervir nessas questões, mesmo porque um carro pipa equivale a 17 mil litros de água, e saindo uma média de 20 carros pipas para comercializar esse precioso liquido de Santana do Cariri, em outras cidades da região ou Estados como Pernambuco e Piaui, imagina o quanto isso não trará de prejuízos para a população.

     O produtor rural, Alberto Junior, que possui uma fonte no sítio palmeira na zona rural do município, disse ter sido a audiência publica fundamental porque, nos possibilitou a discutirmos politica de preservação ambiental, mesmo temos que restaurar as nossas fontes em todo o seu curso normal, além de termos tido esclarecimentos que a água teremos que ter para o consumo humano, porém eu discordo que a vazão das fontes tenha diminuido em consequência da comercialização d água, mesmo porque se isso está ocorrendo deve se atribuir a crise dos recursos hídricos, ate porque essas vazões se dar através da captação da água na floresta Nacional do Araripe, mesmo porque o sistema em que trabalhamos é de boia  onde após ficar cheia ela fica travada. ele, disse que a estiagem que campeia em toda a zona rural, tem afetado avida do sertanejo, pois toda a área de sertão em Santana do Cariri, são regiões secas desprovidas de adutoras.

     ele, menciona que hoje a maior preocupação dos proprietários de fontes, está sendo a devastação ao meio ambiente, pois o inverno chega a levar até 30 anos para chegar a pedra Magna, além do uso indiscriminado de agrotoxicos na chapada do Araripe, que já está contribuindo o nosso lençol freatico, sem mencionarmos que toda essa água poluída quando desce da região serrana para Santana do Cariri, está poluindo todo o lençol freatico do Rio Cariús, onde pode ser observado que toda a rede de esgotos e dejetos caem dentro desse rio, por não ter nenhuma especie de tratamento, onde se deveria adotar politica com a conscientização do cidadão, do órgão publico. ele, disse que hoje o processo de comercialização d água, está sendo feito para os municípios de Nova Olinda, Altaneira, Assaré, Aiuaba, Antonina do Norte, além dos estados de Pernambuco e Piaui. Nos, cobramos pela água comercializada uma taxa de 50,00 por caminhão.

    para o historiador João Paulo Cabral, essa audiência serviu como mote para tentar conscientizar a sociedade, por ser vital termos que adotar a politica  de preservar o meio ambiente, porque hoje dependemos da continuidade intacto do nosso eco sistema, para que tenhamos uma sobrevivência auto sustentável, pois esse consumo d água que esta havendo aqui em Santana do Cariri, está causando danos a população, e é necessário termos que associar um maior consumo consistente, para que se possa deixar essa água para as gerações futuras. porém, a água esta saindo do município, para abastecer as cidades circuvizinhas desenfreada causando danos ao meio ambiente, onde está havendo retirada de vários metros cubicos d água do município, sem que haja um planejamento uma logistica ou estudo de impacto ambiental de nossas nascentes, provocando a esscacez, em Santana do Cariri. há, informações que turistas, estão indo a nascente e tomando banho contaminando com isso o nosso lençol freático, tendo em vista que há mais de 16 anos estamos discutindo essa temática na nascente do vale do Buriti. seria, viável a criação de um projeto de lei para instituir essa demanda da água, regulamentarmos o turismo ecológico para que gerações futuras, não venham ser penalizadas. 

          há, hoje uma média de 30 carradas d água saindo de Santana do Cariri, por dia para abastecer os municípios próximos e estados vizinhos, havendo dezenas de metros cubicos disperdiçados, a água que saia das nascentes  e que tinha o seu fluxo normal que era o Rio Cariús, está sendo bloqueada nos vales para fins comerciais, como as nascentes do sitos Olho daguinha, manaces, além de afetar os cacimbões d água em propriedades particulares, e fontes já secando, e necessário se criar um comitê constante para se fiscalizar a demanda dessa água que está saindo de Santana do Cariri, além de criar um parque municipal, para que se haja a preservação e os nossos turistas saiam conscientes de que tem que se preservar o nosso meio ambiente, e fortalecer o turismo de base familiar em nosso município, mencionou ele.  (

O encontro contou com a presença de autoridades e órgãos vinculados.

Foi realizada na manhã desta quarta-feira, (08), uma audiência pública na Câmara Municipal de Santana do Cariri-CE, para debater o tema: A QUESTÃO DO USO DA ÁGUA DE NOSSAS NASCENTES. A iniciativa foi da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, que tem à frente da pasta a sra. Ana Maria Sisnando.

A Prefeita Danieli Machado, esteve presente e ressaltou: “A água em Santana do Cariri, é um potencial maravilhoso, temos que saber preservar para não faltar, nosso Governo estará sempre à disposição da população para esclarecer qualquer dúvida e abordar temas do nosso interesse e continuarmos trabalhando para melhorar a qualidade de vida de todos os munícipes".

A audiência pública está dentro da programação da Semana nacional do Meio Ambiente, que visa incentivar a economia evitando o desperdício e a preocupação com as emissões de carbono, com o uso de alternativas energéticas, conservação das florestas e consumo consciente. O objetivo é conscientizar as pessoas para que elas se tornem agentes sustentáveis e promovam atitudes ambientais em suas comunidades.

O público presente era formado por alunos das Escolas Públicas e particulares, Vereadores, Secretários, assessores parlamentares da Prefeitura Municipal e alguns representantes de órgãos oficiais. Todos os interessados puderam se inscrever para o uso do microfone e fizeram suas considerações, críticas, elogios e perguntas, a respeito da problemática.

Alguns representantes de associação de moradores fizeram questão de ressaltar e agradecer o trabalho prestado pelo Governo Municipal em proporcionar tal solenidade ( Amaury Alencar)

 

Leia também



Multiservice - Fauston
Top Móveis_Crato Janeiro 2020

Enquete

Você acha que motoristas alcoolizados devem ser considerados criminosos?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados