Câmara aprova mudança no nome da Guarda Municipal de Juazeiro do Norte

DA AGÊNCIA CARIRICEARA
Adriano Duarte

Aguarda municipal poderá se identificar como polícia em suas atuações. O projeto foi aprovado na tarde desta terça-feira, dia 31, durante sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Juazeiro do Norte.

Caso seja sancionado pelo poder executivo, a identificação da entidade também deve mudar e deixa de ser ‘Guarda Civil Municipal de Juazeiro do Norte’ e passa a se chamar de ‘Guarda Civil Metropolitana de Juazeiro do Norte’.

A iniciativa foi do vereador Capitão Vieira Neto que afirmou ter sido procurado por diversos Guardas municipais para encaminhar o projeto. Para ele, mais que mudar nome, a ação visa promover a qualificação e eficiência nas operações desempenhada pela entidade.

“Senhor presidente esse projeto é de suma importância para instituição guarda municipal e o município, esse projeto ele já vem sendo debatido desde 2014 na própria lei federal de 2014, ele já fala sobre o poder de polícia das guardas municipais e da utilização do nome polícia pelas guardas, alguns municípios do nosso país já utilizam esses termos, a exemplo eu estive em Balneário Camboriú com o vereador Demontier Agra, lá é uma cidade turística, a guarda municipal lá é exemplo para todas as guardas, em Juazeiro do Norte não pode ser diferente”.

O autor do projeto Justifica que o município recebe um grande volume de romeiros e a atuação da guarda é de primordial importância para que se desenvolva uma boa atuação.

“Nós estamos recebendo quase 1 milhão de Romeiros aqui nesse período de Setembro a Novembro aqui em Juazeiro do Norte, e uma guarda despreparado, uma guarda sem condição não tem condições de fazer um trabalho de segurança melhor, jogar todo para todo o ônus para cima do estado, polícia militar e polícia civil e outros órgãos não é o correto, e esse projeto aqui , traz que é uma tendência nacional em criar as polícias municipais não a polícia para servir o prefeito comer algum determinadas situações, as guardas municipais foram contempladas com toda essa questão, e além disso senhor presidente a Senasp que a secretaria nacional de segurança, ela tem vários requisitos para que as pessoas ou melhor para que as instituições, guarda municipal, possa conseguir convênios e um dos requisitos importante é a questão da toda organização da Guarda Municipal”.

Além da nomenclatura, o Capitão Vieira chama atenção para a organização da entidade para que ela possa firmar convênios e avançar no seu desempenho.

“Nós recebemos aqui uma resposta por parte do secretário de segurança no ofício que nós fizemos quais são as quais são os investimentos estavam sendo feitos na guarda Municipal, ele mandou cinco tópicos e quatro foram através de convênios firmados na gestão passada, numa busca de uma melhoria, portanto existe dinheiro na secretaria nacional de segurança, senhor presidente, senhores vereadores, e na maioria das vezes as guardas não conseguem fazer o seu projeto adequado seguindo aquelas normas e não consegue o convênio, e a criação do CNPJ, a criação da nomenclatura da Guarda, todos são requisitos que são necessários para que se possa conseguir esses projetos, muitas vezes se você pegar lá o orçamento da semasp senhor presidente ele é um absurdo e não é gasto nem 30% porque na maioria das vezes os estados e os municípios não conseguem fazer um projeto que chegue a fazer esse convênio vereadores, portanto eu acho que a guarda municipal de Juazeiro do Norte ela está crescendo com essa questão”.

A vereadora Rita Monteiro havia chamado atenção para a atuação truculenta de alguns agentes. Disse que mesmo sendo favorável ao projeto deve se observar essas questões.

“Eu quero que fique bem claro aqui que eu não sou contra a guarda municipal, eu sou contra a prática certo agressiva, não de todos é claro, toda regra tem exceção, de alguns que abordam as pessoas principalmente agora na romaria. Vou ser contra até o final certo, darei apoio, voltarei a favor agora eu vou continuar cobrando a forma como vocês trabalham”.

O vereador Demontier Agra, que também atua na área da segurança publica, disse que é necessária a valorização da categoria.

“Inclusive Vera Lucia Barreto projeto ele não vem ao guarda não né, ela vem a Guarda Civil Metropolitana, não é porque realmente pode parecer um projeto simples, mas não é, eu digo por experiência própria, eu sou servidor da justiça e lá o meu cargo era técnico de segurança e transporte, técnico judiciário segurança e transporte, hoje já é agente de segurança judiciário e tem projeto no congresso para transformar em polícia judiciária, então quer dizer tem que valorizar cada vez mais os profissionais da segurança quando muitas vezes os gestores não fazem, tá certo segurança não é brincadeira eu já falei aqui repito só sabe o que é segurança quem faz então vamos valorizar cada vez mais vereadora Rita, você também tá certa, mas também vamos procurar parabenizar, vamos procurar ajudar a trazer incentivos e estrutura para guarda metropolitana, agora cada vez mais que é para gente, é pros nossos filhos, pros romeiros também e a gente é a favor da Guarda Municipal”.

O projeto foi aprovado por unanimidade dos presentes. Dos 21 vereadores, a sessão dessa terça-feira terminou com apenas 11 parlamentares.

©Todos direitos reservados a Caririceara.com. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível de ação judicial com base na Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998 dos Direitos Autorais.

Leia também



Multiservice - Fauston
Top Móveis_Crato Janeiro 2020

Enquete

Qual sua avaliação das ações do governo do presidente Jair Bolsonaro?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados