CÂMARA DO CRATO. Alunos do Sesc participam da sessão e fazem reivindicações aos vereadores

CÂMARA DO CRATO. Alunos do Sesc participam da sessão e fazem reivindicações aos vereadores

Na manhã desta desta terça, 28, os vereadores receberam a visita de alunos do 5º ano da escola Sesc Crato que acompanharam a sessão ordinária e fizeram solicitações aos vereadores. A ação faz parte do programa “Direitos e deveres” desenvolvido em sala de aula. As professoras Aline Téssia e Elandina Costa foram as responsáveis pela ida das crianças até a Câmara.

Ryan Pereira, de apenas 10 anos, foi um dos alunos que utilizou a palavra na sessão, solicitando aos vereadores uma praça com quadra de esportes além do aumento da segurança e melhoria na iluminação pública do bairro São José. O menino também declarou que o Posto de saúde daquele local está precisando de melhorias, inclusive mais vacinas.

Júlia Botelho, também de 10 anos, moradora do bairro Muriti, também estudante do Sesc, disse ter adorado a experiência de conhecer,segundo ela, o processo da democracia, onde teve a oportunidade de fazer um pedido aos vereadores. Ela solicitou uma brinquedo praça para o seu bairro para que as crianças mais carentes possam ter um espaço de lazer.

Elandina informou que o intuito do projeto é estudar o ECA e trabalho infantil e a visita foi uma oportunidade de ver como funciona uma sessão ordinária e saber o que o plenário pode oferecer para as crianças e para a sociedade em geral. Ainda declarou que as crianças foram espontâneas ao fazer as reivindicações aos vereadores.

Ainda na sessão desta terça foi aprovada em primeira votação a Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2020. O presidente da casa Florisval Coriolano (PRTB) destacou que foi respeitado o prazo que se estende até o último dia de outubro e informou que foram colocadas 3 emendas supressivas, 13 emendas modificativas, 17 emendas aditivas e 42 impositivas. O presidente destacou que o projeto será enviado ainda esta semana até a prefeitura para a sanção. Florisval ainda explicou que os 388 milhões de reais da LOA são apenas uma suposição e dependem das emendas de deputados e arrecadação do município e não é sinal de que toda essa quantia será investida no Crato.

*ASCOM da Câmara Municipal do Crato

Leia também



PATOM

Enquete