CÂNCER DE PRÓSTATA Homens que fazem mais sexo teriam menos risco de câncer de próstata, diz pesquisa

Uma vida sexual ativa pode estar ligada à boa saúde dos homens. Principalmente para aqueles que prezam pela frequência. Segundo um estudo da Universidade de Boston, nos Estados Unidos, publicado na revista científica “European Urology”, homens que afirmaram ejacular pelo menos 21 vezes por mês apresentaram um risco até 22% menor de desenvolver câncer de próstata, em comparação aos que ejaculavam menos.

De acordo com os pesquisadores, seja durante o sexo ou na masturbação, a ejaculação pode ser aliada na prevenção desse tipo de tumor. “Ejaculações com maior frequência, na ausência de comportamentos sexuais de risco, podem representar uma forma de reduzir custos médicos e efeitos colaterais físicos e psicológicos”, escreveu a pesquisadora Jennifer Rider.

A liberação de ocitocina durante a ejaculação, conhecida como “hormônio do prazer”, seria uma das explicações para a associação.

O estudo, porém, só apresenta dados estatísticos, sem constatação científica. Para Tomás Accioly, chefe do serviço de Urologia do Hospital da Lagoa, esse resultado leva apenas à “curiosidade”:

— Não há nenhuma ligação comprovada, a princípio, de que a ejaculação traria proteção às células prostáticas — diz o urologista, que diz que levar uma vida saudável pode ajudar na prevenção: — É importante ter uma boa alimentação e fazer exercícios. Pensando em qualidade de vida, ter uma vida sexual saudável também poderia ajudar, mas não há comprovação.

Pesquisa ouviu 32 mil homens por 18 anos

Para concluir o estudo, os pesquisadores acompanharam 31.925 homens entre 1992 e 2010. Todos responderam a questionários relatando a frequência com que ejaculavam, no ano anterior ao estudo e em dois períodos da vida — entre 20 e 29 anos e entre 40 e 49 anos.

Ao longo desses 18 anos, 3.839 homens foram diagnosticados com o tumor. A estatística mostrou que homens entre 20 e 29 que afirmaram ejacular 21 ou mais vezes por mês tiveram o risco diminuído em 19%, enquanto aqueles entre 40 e 49 anos que ejaculavam nessa frequência diminuíram a probabilidade em 22%.

Foto: Thinkstock/VEJA

Extra Online

Leia também



Multiservice - Fauston
Top Móveis_Crato Janeiro 2020

Enquete

Eleitorado nas urnas: você é a favor do voto impresso?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados