Capotamento de veiculo na BR 116 no Barro, causou morte de um homem de 38 anos na manhã deste sábado (19).

Rabecão_Foto ilutrativa - estr (1)

Redação / Agência Caririceara.com
Foto ilustrativa/Internet

Um desastre automobilístico ocorrido por volta das 05h30min, deste sábado (19), na BR-116, nas imediações do açude Catolé no Barro-CE provocou a morte de um homem de 38 anos. Francisco Martins de Oliveira, que morava no sitio boqueirão, zona rural de Brejo Santo viajava sozinho num automóvel Chevrolet, modelo Corsa Wind, cor prata, de placa CTJ-7182, inscrição de Milagres/CE, quando segundo informações chegadas a polícia, o mesmo perdeu o controle da direção do carro que invadiu a contramão para em seguida descer uma ribanceira e capotar.

De acordo com a polícia militar do Barro, provavelmente na hora do acidente Francisco não fazia do cinto de segurança. Ele foi arremessado para fora do veiculo vindo a óbito no local. A morte foi comunicada ao Núcleo de Ciências Forense regional do Cariri que deslocou uma equipe no rabecão para fazer o traslado do corpo para exame cadavérico.

RESISTÊNCIA E DESACATO CONTRA PMs.

Assaré – Desocupado é denunciado por ameaça e ao ser abordado pela polícia entra em luta corporal com o policiamento, mas acaba preso. O desocupado Francisco Ferreira de Araújo, 28 anos de idade residente em Assaré foi conduzido por volta das 16 horas deste sábado, a Delegacia Regional da Polícia civil na cidade do Crato acusado de resistência a prisão e desacato.

A condução se deu quando os PMs que estavam de serviço no Destacamento de Assaré, Sargento Oscar, soldados Nascimento e Virgulino, receberam uma denúncia de que o conduzido estaria ameaçando uma pessoa a qual não foi identificada. No momento da abordagem Francisco ao ser indagado a respeito do fato em que o mesmo estava sendo acusado, ele destratou e ainda travou uma luta corporal com os militares, sendo obrigado necessário os policiais fazerem uso da força para efetuarem a prisão e condução.

O acusado foi presentado na 19ª DRPC ao Bel. Denis Leonardo Ferraz da Silva, delegado plantonista naquela Delegacia do Crato, que determinou a lavratura de um TCO em desfavor de Francisco que após ter sido ouvido foi liberado.

Leia também



PATOM

Enquete