Casos de microcefalia no Ceará chegam a 76

O novo boletim da Secretaria de Saúde do Estado (Sesa), divulgado ontem (5), revelou que o número de casos confirmados de microcefalia no Ceará aumentou para 76. Em relação ao levantamento anterior do órgão, datado do dia 29 de março, são três registros a mais. Dentre as ocorrências, nove tiveram diagnóstico laboratorial confirmado para vírus Zika.
A quantidade de óbitos no Estado permanece a mesma, somando 28. Destes, 15 foram confirmados sugestivos de infecção congênita e oito possuíram identificação do vírus zika em tecido fetal. Do total de mortes, quatro casos foram de natimortos e 24 evoluíram para óbito depois do nascimento.
Conforme a Sesa, há 427 casos suspeitos da malformação e 13 óbitos em investigação no Ceará. O órgão também informou que 36 municípios confirmaram casos de microcefalia. Com 23 ocorrências, Fortaleza é a cidade com o maior número de registros. A Capital também lidera na quantidade mortes (3).
Prevenção
O Ministério da Saúde recomenda a adoção de medidas que ajudem a reduzir a presença de mosquitos transmissores do vírus zika, com a eliminação de criadouros e proteção da exposição do vetor. Às gestantes, a Pasta aconselha a utilização de repelente tópico e a realização de acompanhamento

DN

Leia também



Multiservice - Fauston
Top Móveis_Crato Janeiro 2020

Enquete

Qual sua avaliação das ações do governo do presidente Jair Bolsonaro?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados