Cidadã denuncia precariedade no atendimento do CAPS em Crato

Valéria Carvalho FOTO_ROBSON ROUE_DIVULGAÇÃO

DA AGÊNCIA CARIRICEARA.COM
Redação – Foto: Robson Roque/Divulgação

A Câmara Municipal do Crato voltou a se reunir nesta terça-feira em sessão ordinária. Dentre os assuntos que mais foram discutidos durante a sessão, está o caos na saúde pública do município. A senhora Valéria Carvalho utilizou a tribuna da casa para denunciar a precariedade do atendimento no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), a instituição foi criada com o objetivo de realizar o acompanhamento a pessoas que sofrem com transtornos mentais graves e persistentes e está funcionando de maneira precária.

Segundo Valéria, que tem familiares que são atendidos pelo programa, falta simplesmente tudo no CAPS, de um simples bloco receituário para o médico prescrever a medicação até materiais que seriam utilizados no tratamento dos pacientes…

Integrante do Grupo de Valorização Negra do Cariri (Grunec), Valéria juntamente com outras integrantes estão trabalhando na elaboração de um relatório para ser apresentado ao governo municipal…

Valéria ainda destaca a falta de profissionais, que até o momento não foram contratados pela prefeitura após quase dois meses em que a seleção foi realizada…

Outro programa que também sofre com o descaso da secretaria de saúde é o SAD (Serviço de atendimento Domicilar). Até dezembro o programa atendia cerca de 50 pacientes acamados, que não tinham condições de se deslocarem até uma unidade de saúde, e desde o final do ano passado que o SAD segue sem funcionar, causando indignação a pacientes e familiares.

Leia também



PATOM

Enquete