Cinco lesões corporais registradas neste domingo nas duas maiores cidade do cariri.

Amb-HRC.

Em Crato um rapaz de 18 anos sofreu três tiros, e outro de 38 foi agredido a faca. Na cidade de Juazeiro um casal foi baleado e mulher esfaqueada.

DA AGÊNCIA CARIRICEARA.COM
Jota Lopes – Foto: Arquivo

A polícia do cariri registrou neste domingo nas duas maiores cidade da região, cinco crimes de lesões corporais. Por volta das 03h30min, uma mulher identificada apenas pelo nome de Joana, 42 anos, residente no Bairro Santa Teresa deu entrada no setor de emergência do hospital regional do Cariri, socorrida pelo Samu, com várias perfurações de faca. Segundo a polícia, a vítima informou que o delito ocorreu na Rua das Flores, imediações da Delegacia da Mulher. Joana não soube informar que seria o autor do crime contra a sua pessoa.

Ainda em Juazeiro por volta das 13h00min, em um terreno baldio próximo ao mercado do Triângulo um casal foi baleado. As vítimas tratam-se de um rapaz de nome Francisco, 23 anos alvejado com vários tiros nas pernas e região abdominal, e uma adolescente de 13 anos atingida por um disparo no braço e outro no abdômen. O casal foi socorrido por populares ao HRC. Testemunhas disseram que dois homens desconhecidos que trafegavam numa características não observadas foram os autores da ação criminosa.

Em Crato Francisco Demontier Alecrin, 38 anos foi socorrido por volta das 15h30min ao Hospital São Francisco lesionado com uma facada no ombro. Segundo a polícia, ele não quis informar quem teria sido o autor e nem o motivo do ocorrido. Já por volta das 21h50min, um rapaz de 18 anos, sem antecedentes criminais sofreu três tiros. O crime aconteceu na Avenida José Horácio Pequeno, próximo ao Rotary Clube, no bairro Lameiro.

A polícia apurou que Bryan Rodrigues de Almeida retornava de uma renovação no bairro Sossego, como garupeiro de uma motocicleta Honda Fan 125cc, guiada por um primo seu de nome “Lucas” quando o fato aconteceu. Ele sofreu dois tiros na região do abdômen e outro no ombro sendo socorrido ao hospital São Francisco, onde foi submetido a intervenção cirúrgica. Após o ato criminoso, os atiradores empreenderam fuga antes de serem identificados.

Leia também



PATOM

Enquete