Clubes aprovam novo formato da Copa do Nordeste, sem elitização

Agremiações aceitaram manter a competição com 16 equipes

Conteúdo do NE10 – Foto: JC

Em meio ao fogo cruzado entre as presidências do executivo e do Conselho Deliberativo, o Sport deve receber outro duro golpe: mais uma vez ficará isolado na tentativa de elitizar a Copa do Nordeste. Em reunião da Liga do Nordeste, nesta quarta-feira (11), os clubes aceitaram manter a competição com 16 equipes, mudando o formato e aumentando a cota de todos.

Náutico e Santa Cruz estão entre os que concordaram com o Nordestão ampliado. Eles chegaram a participar de reunião lideradas pelo Sport, que defende um torneio com apenas 10 equipes.

O novo formato reduz de quatro para dois grupos, com oito clubes em cada. Ampliando para oito partidas (em vez de seis) o número mínimo de jogos de todas as equipes. Com equipes do Grupo A enfrentando as do Grupo B.

Para as quartas de final, estariam classificados quatro times de cada uma das duas chaves. Seguindo mata-mata até se conhecer o campeão.

As cotas também seriam ampliadas, especialmente para a primeira fase. Com os quatro times melhores ranqueados nacionalmente recebendo R$ 1,9 milhão (R$ 900 mil a mais que na atual edição). Equipes do Grupo 2 (de quinto a oitavo no ranking) ganhariam cota de R$ 1,42 mi. Em seguida o G3 receberia R$ 1,22 milhão. Por último, o G4 ficaria com R$ 510 mil.

MAIS PREMIAÇÕES

Quem passar para as quartas de final ganharia mais R$300 mil. E outros R$ 375 mil em caso de classificação à semifinal. O vice-campeão teria bônus de R$ 500 mil. O campeão, de R$ 1 milhão.

Leia também



Multiservice - Fauston
Top Móveis_Crato Janeiro 2020

Enquete

Qual sua avaliação das ações do governo do presidente Jair Bolsonaro?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados