Comerciante é preso por desacato, desobediência ao decreto estadual e perturbação do sossego alheio em Juazeiro do Norte

DA AGÊNCIA CARIRICEARA
Redação – Foto: Polícia Militar Ambiental/Divulgação

O comerciante Antônio Otaviano Alves Neto, de 36 anos, residente no Bairro José Geraldo da Cruz, em Juazeiro do Norte foi conduzido a Delegacia Regional de Policia Civil de Juazeiro do Norte suspeito de desacato, desobediência ao decreto estadual e perturbação do sossego alheio. O fato aconteceu por volta de 01h15min desta quinta-feira (31/12), após a Ciops acionar a composição militar BPMA 35 para verificar denúncia de som abusivo num estabelecimento comercial denominado Boteco Última Aula, que funciona na Rua Alcina Carneiro, 84 – Bairro Cidade Universitária.

Os policiais constataram que haviam cerca de 60 pessoas reunidas, ingerindo bebida alcoólica com um som em alto volume num veículo Toyota Hilux cor branca placas PCO-9967 de Pernambuco. Os militares  ao aferirem o equipamento sonoro, constataram como resultado 88,5 dB. O suspeito ao ser interpelado sobre o responsável pelo som automotivo se recusou a responder, e não quis colaborar com a fiscalização policial.

Diante do comportamento inadequado, foi dada voz de prisão a Antônio Otaviano por descumprir com o Decreto Estadual de combate à Covid 19, que determina o fechamento de bares e congêneres as 22h00min. Os frequentadores do bar foram dispersos do local.  Segundo os PMs, ao ser conduzido para o xadrez da viatura, o comerciante confessou que o veículo era de sua propriedade e informou que havia muito dinheiro no interior do carro, insinuando inclusive que se os policiais  adentrassem no veículo, poderiam apoderar da quantia.

Ao ser Arroladas duas testemunhas foi feita a contagem do dinheiro pelos policiais na presença do povo, sendo contabilizada a quantia exata de R$ 2.800,00 em espécie, que estava dentro de um compartimento do veículo, próximo ao câmbio. Uma das testemunhas que filmou a ação policial e a contagem do dinheiro, e teve o aparelho celular retido para servir como prova da ação policial de forma legal.

Segundo os militares, Antônio Otaviano se recusou a acompanhar a contagem do dinheiro e desacatou um dos PMs dizendo que “não ia contar nada, conta você, não sabe contar não?”. A equipe policial determinou o fechamento do bar e conduziu as partes para 20ª DRPC de Juazeiro do Norte, onde a Dra. Carla, delegada de plantão registrou o TCO e desconsiderou o desacato. O comerciante foi indiciado nos Artigos 268 do CPB e 42 inciso III da Lei de Contravenções Penais.

Durante ação foram  apreendido um som automotivo contendo 02 autofalantes marca Target Bass, 06 autofalantes marca Snake, 06 twitters, 01 toca CD marca Pioneer, 01 mesa de som, 02 módulos marca Powersystem, 01 módulo marca DSI, 01 led controler, 01 processador marca Stetsom e 01 processador marca Infratron.

Reprodução autorizada mediante citação da Agência Caririceara

Leia também



Multiservice - Fauston
Top Móveis_Crato Janeiro 2020

Enquete

Qual sua avaliação das ações do governo do presidente Jair Bolsonaro?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados