Crato realiza 5ª Conferência Municipal de Políticas para as Mulheres e elege 23 delegadas para conferência estadual

O evento teve o objetivo de debater as políticas públicas, além de garantir melhores condições de vida
O evento teve o objetivo de debater as políticas públicas, além de garantir melhores condições de vida

Realizada na manhã desta sexta-feira, 23, a 5ª Conferência Municipal de Políticas para as Mulheres do Crato, que teve como temática ‘Respeito, Democracia, Diversidade e Autonomia’. O evento teve o objetivo de debater as políticas públicas, além de garantir melhores condições de vida. As principais propostas foram votadas para serem apresentadas junto à conferência estadual, além de serem eleitas delegadas para representar as mulheres cratenses no evento em nível de Ceará.

A conferência foi aberta oficialmente pelo vice-prefeito do Crato, André Barreto, representando o prefeito Zé Ailton Brasil, e as secretárias municipais de Desenvolvimento Social, Ticiana Cândido; Saúde, Marina Feitosa; e da Educação, Germana Brito, além da presidente do Conselho dos Direitos da Mulher Cratense, Jaiane Barbosa da Silva, e a militante do movimento de mulheres, e ex-presidente do conselho, Mara Guedes, entre outras representações. Esteve representando o poder legislativo, a vereadora Mariângela Bandeira.

Segundo a Secretária Ticiana Cândido, mesmo num momento de pandemia, as mulheres estiveram debatendo propostas para a conferência estadual. Para a vereadora Mariângela Bandeira, é um orgulho participar do momento “para conferirmos e defendermos as nossas mulheres, na cidade do Crato. Estamos para somar”, completa.

O vice-prefeito André Barreto, destacou o apoio da gestão municipal na realização da conferência, que teve as delegas eleitas para a conferência estadual. Para ele, o evento acontece num momento peculiar, de preocupações, sofrimento, de adoecimento pessoal físico e mental de homens e mulheres, que se superam no seu esforço e dedicação com a família, filhos e a comunidade. “Infelizmente um momento em que tivemos algumas chagas afloradas, fortalecidas, a exemplo da violência contra a mulher. Nada justifica”, disse.

A presidente do Conselho Estadual de Defesa da Mulher, Denise Moreira de Aguiar, dentre outras representantes estaduais destacaram a importância do fortalecimento dos debates voltados à causa.

A presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher Cratense, Jaiane Barbosa Silva, saudou as mulheres e ressaltou a parceira nas ações do conselho. Ela fez a leitura do regimento e em seguida houve a aprovação do documento, para a realização da conferência. Na ocasião, foram realizadas as palestras magnas com a Profa. Dra. Zuleide Queiroz, da Frente de Mulheres Cariri, Janaina Fernandes, do Conselho Cearense do Direito das Mulheres, Profa. Dra Greyce Alencar, Coordenadora do Observatório da Violência e Direitos Humanos no Cariri – URCA.

“Nos colocamos como movimento social nessa parceria com o poder executivo municipal na luta para melhorias significativas para nossas mulheres. Precisamos fortalecê-las, sobretudo nesse momento em que vivemos”, disse professora Zuleide Queiroz. Após os trabalhos em grupo, foi realizada a plenária final e eleição das 23 delegadas para a V Conferência Estadual de Políticas para as Mulheres.

Leia também



Multiservice - Fauston
Top Móveis_Crato Janeiro 2020

Enquete

Você acha que motoristas alcoolizados devem ser considerados criminosos?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados