Crato reaviva memória de participação na Revolução Pernambucana de 1817 pela Independência do Brasil

Img1_

Uma programação dedicada à memória e à história do Crato da participação na Revolução Pernambucana de 1817, foi realizada durante este dia 3 de maio, data histórica, dos 205 anos da Independência e início do sistema Republicano. O ato foi realizado por meio da Secretaria de Cultura para celebrar a data, iniciando com entrevista sobre o Legado da Revolução Pernambucana de 1817, na Rádio Educadora do Cariri, Hasteamento das bandeiras, no Paço Municipal, missa na Sé Catedral às 17h, além de Exibição do Filme: 1817 – A Revolução Esquecida, da cineasta Tizuka Yamasaki, no Salão de Atos da URCA, com debate.

A solenidade de hasteamento contou com a presença de autoridades e servidores municipais, secretários, o vice-prefeito, André Barreto, representando na ocasião o prefeito Municipal, Zé Ailton Brasil, o Secretário de Cultura, Amadeu Freitas, o chefe de Gabinete, Fabiano Brasil, o jornalista Huberto Cabral, o vereador Pedro Lobo, representando o poder legislativo. Na ocasião foi destacada a relevância da data para Crato e o Brasil e o marco histórico na conquista da independência do País, com protagonismo do Crato nesse movimento.

O Secretário de Cultura do Crato destaca a importância de lembrar desse momento histórico do Brasil, marcante para o Crato pela participação do Município no movimento ativamente. Ele ressalta as ideias iluministas de liberdade, igualdade e fraternidade, vindas da Revolução Francesa, contidas no movimento também de contestação relacionadas à cobrança de impostos e aquilo que não agradava à população.

Saiba mais

A Revolução Pernambucana de 1817, foi liderada, no Crato, pela heroína Bárbara de Alencar — o movimento foi precursor da Confederação do Equador, em 1824. No dia 3 de maio de 1817, o diácono José Martiniano de Alencar, filho de Bárbara e emissário do Governo Revolucionário de Pernambuco, subiu ao púlpito, de batina e roquete, na Matriz de Nossa Senhora da Penha, e proclamou a Independência e a República do Brasil. A bandeira revolucionária foi hasteada sob uma rajada de tiros. Com esse ato, o Crato se antecipava ao Grito da Independência e a Proclamação da República.

*ASCOM

Leia também



PATOM
WhatsApp Image 2022-07-28 at 08.57.10

Enquete