DIAS NEGROS: Nesta década, Icasa acumula fracassos e más gestões

Ver um clube do interior do Nordeste disputando a Série A do Campeonato Brasileiro beira a utopia. Mas em 2013, o Icasa, de Juazeiro do Norte, ficou a dois pontos de realizar essa façanha. Uma campanha inesquecível na Série B, quando venceu gigantes, empolgou o Estado e surpreendeu o País, quase coloca o Verdão do Cariri na elite do futebol nacional. Bem diferente do cenário atual do time, que luta para escapar do quase inevitável rebaixamento no Campeonato Cearense.

Mas se engana quem pensa que as coisas no clube pioraram depois 2013. O ano que quase levou o Icasa para a Série A mostrou uma temporada de exceção nesta década, que ainda não acabou. Em 2011, por exemplo, o Verdão foi mero participante no estadual (oitavo colocado) e rebaixado no Brasileiro. No ano seguinte, outra pífia participação local e uma profunda crise na Série C, que foi contornada com um improvável acesso para a Série B, depois de ter jogadores despejados de alojamentos, visitar a zona de rebaixamento e trocar de técnico quatro vezes durante a competição.

As dificuldades se seguiram em 2014, quando o Icasa teve as cotas da CBF bloqueadas e não conseguiu manter os salários em dia. Apesar de ter conquistado a Taça Fares Lopes, não evitou mais uma queda para a Série C.

O ano de 2015 começou bem, com um terceiro lugar no Cearense, mas a precoce eliminação na Copa do Brasil voltou a abalar a confiança. Na Série C, a campanha foi um fiasco, com 15 derrotas e a lanterna geral da competição.

>>> Confira a tabela do Campeonato Cearense

Foram 294 jogos na década até agora, com um aproveitamento de 50,11% dos pontos disputados.

Os números até disfarçam as seguidas decepções. Planejamentos equivocados, recursos mal aplicados e ações trabalhistas em série colocaram em xeque as últimas administrações. Dirigentes e/ou funcionários que estão durante todo esse período no clube pecaram nas suas decisões. Não se concebe a (falta de) estrutura do clube ser a mesma da década passada, mesmo depois do intercâmbio proporcionado pelas participações na Série B. A saúde financeira não foi resolvida, apesar das verbas de televisionamento, públicas ou particulares, que entraram no clube durante esse período.

Ex-presidentes do Icasa resolveram agir. Apresentaram um projeto para administrar o clube ano passado, mas não houve acordo. O grupo continua tentando intervir na atual administração. Um novo fracasso na Série D e o Verdão do Cariri pode ficar fora do Campeonato Brasileiro até 2019. Novas ideias são necessárias, para tentar recuperar o clube e transformar 2013 em regra, numa década de resultados ruins.

O Icasa está no Quadrangular do Descenso do Campeonato Cearense e ocupa a lanterna, sem nenhuma ponto marcado. São duas derrotas. Na primeira fase, o Verdão do Cariri foi o quarto colocado do Grupo A1 e não conseguiu se classificar. O time marcou apenas cinco pontos.

Foto: Paulo Sérgio Dantas/Icasafc

Por: Globo Esporte – CE

Leia também



Multiservice - Fauston
Top Móveis_Crato Janeiro 2020

Enquete

Você acha que motoristas alcoolizados devem ser considerados criminosos?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados