Dietas restritas podem colocar o coração em risco

coração em risco

Regime desequilibrado aumenta em até 60% chances de problemas cardiovasculares em mulheres

Jornal do Brasil

Vêm aí as estações mais quentes do ano e, junto com elas, uma maior procura por restrições alimentares milagrosas, também conhecidas como dietas que prometem colocar o corpo em forma em pouco tempo. Um estudo mostrou que dietas com muita proteína e pouco carboidrato podem fazer mal ao coração do sexo feminino. A pesquisa ouviu 43.396 mulheres de 30 a 49 anos e constatou que essa prática desequilibrada aumenta em até 60% as chances de problemas cardiovasculares.

Segundo o cirurgião cardiovascular do Hospital Beneficência Portuguesa, Marcelo Sobral, quando o assunto é regime é preciso cautela e equilíbrio. “Uma dieta baseada somente em proteínas pode gerar uma hiperfiltração nos rins, que faz com que eles trabalhem mais para excretar a ureia, o que no futuro pode desencadear problemas sérios como hipertensão, diabetes e inflamação nos rins. A falta de carboidratos reduz a energia do corpo causando fraquezas, cansaço e aumento dos radicais livres que podem danificar as células sadias do nosso corpo”, explica o especialista.

Dietas rigorosas podem até garantir a perda de peso, porém não se pode colocar em risco a saúde em troca de estética. O principal foco dessa mudança alimentar precisa ser a melhora da nossa qualidade de vida e a prevenção de doenças. “Para se atingir um bom resultado o ideal é praticar atividades físicas, consumir alimentos saudáveis e sempre contar com a ajuda de um especialista que indicará os métodos mais adequados para a necessidade de cada paciente”, finaliza Sobral.

Sobre o especialista

Doutor Marcelo Luiz Peixoto Sobral é membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular, Título de Especialista em Cirurgia Cardiovascular pela AMB, Membro Habilitado e Especialista do Departamento de Estimulação Cardíaca Artificial (DECA). MBA Executivo em Saúde pela FGV. Cirurgião Cardiovascular da Real e Benemérita Associação Portuguesa de Beneficência de São Paulo com mais de 4.000 cirurgias realizadas. facebook.com/dr.marcelosobral

Leia também



PATOM
WhatsApp Image 2022-06-20 at 16.09.29

Enquete