Dois homens foram mortos a tiros na noite desta quarta-feira no cariri. Os crimes ocorreram em Juazeiro e Lavras.

Homicido - Rabecão_ Foto Ilustrativa Arquivo Caririceara.com

DA AGÊNCIA CARIRICEARA.COM
Jota Lopes – Foto: Arquivo/Caririceara

Dois homens morreram ao serem baleados na noite desta quarta-feira (22), na região do cariri. O primeiro crime ocorreu em Juazeiro do Norte, nas imediações da casa onde morava na rua Francisco Martins de Sousa, no Parque Frei Damião, e a suspeita é de acerto de contas, já que a vítima, segundo a polícia tinha envolvimento com Tráfico de drogas e crime ambiental.

De acordo com o que foi apurado pela policia militar, José Hélio Alves Gomes, 44 anos o “Nego Hélio”, como era chamada a vítima, foi abordado por volta das 22 horas, por dois homens desconhecidos ocupantes de uma motocicleta modelo Bros, que efetuaram vários contra o mesmo que morreu no local. Após cometerem o ato delituoso os acusados empreenderam para lugar ignorado.

Nego Hélio já havia sofrido um atentado contra a vida. No dia 14 de outubro de 2013 por volta das 09h45min, ele foi baleado três vezes nas costas, duas na coxa esquerda e outra no abdômen que transfixou nas costas sendo socorrido ao Hospital regional do Cariri. A tentativa de homicídio aconteceu na rua Possidônio Bem, no bairro Lagoa Seca, tendo como acusados dois homens que fugiram tomando rumo ignorado. De acordo com informações da CIOPS Juazeiro, Consulta ao Sistema de Informação Policial-SIP, constatou que Nego Hélio respondia à inquéritos policiais por crime ambiental, consumo de drogas e tráfico ilícito de drogas.

O segundo homicídio ocorrido no cariri na noite de ontem, vitimou um rapaz de nome Geison Alves Lima, 19 anos, morto com aproximadamente 05 de arma de fogo na cabeça. O fato aconteceu por volta das 21h00min, na rua Fideralina Augusta, em frente ao numeral 194, bairro Cruzeiro, na cidade de Lavras da Mangabeira.

Testemunhas disseram a polícia, que dois indivíduos não identificados chegaram em uma motocicleta, abordaram a vítima e sem qualquer discussão cometeram o homicídio e fugiram seguindo destino ignorado. Nos dois casos apesar das diligencias realizadas pela policia, ninguém foi preso.

Leia também



PATOM

Enquete