Dupla de homicidas é presa após ação conjunta das Polícias Civil e Militar em Aurora; veja o vídeo

Alexandre Lopes Lucena Soares, (Foto 1) e Cícero Josimar Pinto Soares, (Foto 2) foram presos duas horas após assassinarem a tiros, Antonio Rivio Ferreira Nobre Júnior, o “Júnior Magrão”, (Foto 3)
Alexandre Lopes Lucena Soares, (Foto 1) e Cícero Josimar Pinto Soares, (Foto 2) foram presos duas horas após assassinarem a tiros, Antonio Rivio Ferreira Nobre Júnior, o “Júnior Magrão”, (Foto 3)

Alexandre Lopes Lucena Soares, (Foto 1) e Cícero Josimar Pinto Soares, (Foto 2) foram presos duas horas após assassinarem a tiros, Antonio Rivio Ferreira Nobre Júnior, o “Júnior Magrão”, (Foto 3) e atentarem com a vida do casal, Maria Madalena e Cleiton de Souza Silva, em Aurora.

DA AGÊNCIA CARIRICEARA
Jota Lopes – Foto: Arquivo/ Caririceara.com

Um trabalho em conjunto, que reuniu equipes da Delegacia Municipal de Aurora da Polícia Civil e da Polícia Militar por intermédio do BEPI/ Ipaumirim e BPRAIO/Lavras da Mangabeira resultou na captura de dois homens suspeitos de envolvimento em um homicídio e em uma dupla tentativa de homicídio na cidade de Aurora, na região cariri cearense. As prisões ocorreram na tarde dessa segunda-feira (22) duas horas após o cometimento do crime.
Veja o vídeo:
As investigações iniciaram logo após Policiais civis da Delegacia Municipal de Aurora, tendo a frente o delegado Paulo Hernesto Pereira Tavares, que também atende o município do Barro, tomarem conhecimento sobre o homicídio ocorrido por volta das 13 horas na Rua Rosa Mística, Bairro Araçá que vitimou o cratense Antonio Rivio Ferreira Nobre Júnior, apelidado por “Júnior Magrão”, 20 anos (Foto 3), que residia em Aurora ocasião em que duas pessoas saíram baleadas, Maria Madalena, de 27 anos namorada do jovem assassinado socorrida em estado grave para o Hospital de Brejo Santo e o amigo do mesmo, Cleiton de Souza Silva, 21 anos.

Após trabalho de inteligência policial com a coleta de informações e imagens de sistemas de videomonitoramento do local onde ocorreu a ação criminosa, foram identificados os suspeitos do delito. De posse das informações, uma equipe de investigadores da DP aurorense se deslocou ao hospital de Brejo Santo vindo a colher o depoimento da mulher que fez o reconhecimento dos homicidas, enquanto outros policiais civis localizaram o outro sobrevivente, em um sítio na zona do município que também reconheceu os responsáveis pelo crime.

Em ato contínuo, o delegado Paulo Hernesto compartilhou as informação com a Polícia Militar, através do Destacamento local, bem como com o BEPI/ Ipaumirim e o BPRAIO/Lavras da Mangabeira, inclusive repassando os endereços residenciais dos suspeitos. A Equipe RAIO/Lavras, após receber os informes juntamente com o policiamento do BEPI COD se deslocou aos endereços dos dois indivíduos, vindo a abordar Alexandre Lopes Lucena Soares, 20 anos (Foto 1) na Rua Vinor Leite, Bairro Araçá.

Ao ser indagado sobre o homicídio, o jovem confessou ser o autor dos disparos, relatando onde havia enterrado a arma do crime, um revólver Cal.38. Em continuação as buscas, os militares localizarem na mesma rua o segundo suspeito, Cícero Josimar Pinto Soares, 18 anos(Foto 2), sem antecedentes criminais que confessou ter pilotado a motocicleta usada no crime. Ele estava na casa de uma irmã, escondido dentro da caixa d’água. A dupla foi levada para a Delegacia de Aurora, sendo apresentada ao delegado Paulo Hernesto que determinou a lavratura do flagrante delito.

FOTO: REDES SOCIAIS
FOTO: REDES SOCIAIS

A Polícia apurou o crime foi em razão de acerto de contas por dívidas de drogas por parte das vitima junto aos acusados. Durante a ação foram apreendidas a arma utilizada no crime, um revolver calibre 38, dezessete munições do mesmo calibre deflagradas, uma Intacta, dois aparelhos de telefonia celular além da motocicleta Honda CB300, vermelha, placa EOS-7800 utilizada no crime.

O delegado de Polícia Civil de Aurora e Barro, Paulo Hernesto ressalta que a população pode contribuir repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais na região. As denúncias podem ser feitas pelo telefone (88) 3543-1832, da Delegacia Municipal de Aurora. Um número de WhatsApp também está disponível: (88) 98101-2001. O sigilo e o anonimato são garantidos.

Reprodução autorizada mediante citação da Agência Caririceara

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Multiservice - Fauston
Top Móveis_Crato Janeiro 2020

Enquete

Qual sua avaliação das ações do governo do presidente Jair Bolsonaro?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados
error: Conteúdo protegido!!