Em Barbalha, acusado de homicídio em Ouricuri-PE foi preso ao dá entrada na emergência do hospital São Vicente de Paulo esfaqueado

Antonio Ismar Leite de Souza

DA AGÊNCIA CARIRICEARA
Redação – Foto: Reprodução/WhatsApp

Um homem identificado por Antonio Ismar Leite de Souza, apelidado por “Mazinho” foi preso por volta das 21 horas deste sábado (05), em Barbalha ao dar entrada no setor de emergência do hospital São Vicente de Paulo agredido com uma facada no tórax. De acordo a policia militar de barbalhense, a prisão ocorreu após a CIOPS da 2ªCia/2º BPM ter sido comunicada pela policia de Ouricuri-PE que o lesionado juntamente com outros três homens, dois deles conhecidos por Buguinha e Adão na companhia de outro ainda não identificado, assassinaram a tiros por volta das 14h30min de hoje na localidade denominada Sítio Baixio, zona rural daquele município pernambucano, a pessoa de nome, Genário Gomes da Silva.

De acordo com a policia de Ouricuri, as informações preliminares dão conta de que os acusados chegaram à residência da vítima e após uma breve discussão, passaram a efetuar vários disparos de arma de fogo contra Genário que antes de desfalecer ainda conseguiu atingir “Mazinho” com um golpe de faca. Após o ocorrido os acusados fugiram em três motocicletas, sendo uma delas, uma motocicleta Bros vermelha seguindo destino ignorado.

A polícia pernambucana apurou que o possível motivo para a ação criminosa, teria surgido durante uma discussão no trânsito, em decorrência de uma colisão entre duas motocicletas fato ocorrido dias atrás. Ainda segundo a policia, um dos veículos envolvidos no acidente que acabou criando uma rixa entre a vítima do homicídio e o esfaqueado pertence a “Mazinho” e o outro de propriedade de um amigo de Genário que momento do choque entre as duas motos, tentou apaziguar a situação.

A policia de Ouricuri afirmou ainda ter tomado conhecimento de que nesta sexta-feira, Genário transitando com a sua motocicleta nos arredores da sua residência, por pouco não atropelou seu desafeto, que lhe seguiu até a sua casa para discutir e dizer: “Eu devia estourar a sua cabeça com essa pedra”, objeto que o mesmo estava em suas mãos, vindo na tarde de hoje em conluio com os demais acusados, executaram Genário a bala.

Após ser preso “Mazim” ficou hospitalizado sob escolta policial até a chegada do polícia de Pernambuco que irá recambiá-lo para cadeia pública de Ouricuri onde deverá ficar a disposição da justiça.

Leia também



PATOM
IMG-20220706-WA0003

Enquete