Ex-presidiário assassinado em Milagres e agricultora encontrada pelo marido morta ao lado da casa onde morava em Salitre.

Homicido - Rabecão_ Foto Ilustrativa Arquivo Caririceara.com

DA AGÊNCIA CARIRICEARA
Redação – Foto: Arquivo

Na noite desta sexta-feira (05), a polícia do cariri registrou duas mortes consideradas violentas. As vítimas foram um homem de 36 anos e uma mulher de 46. Em Milagres o ex-presidiário Pedro Irineu Bezerra Neto, apelidado por “Pedim”, 36 anos de idade, profissão agricultor, que morava na Rua Rita Pereira Leite, bairro Francisca do Socorro, naquela cidade foi vítima de homicídio por arma de fogo. O crime aconteceu por volta das 21h00na estrada que dá acesso ao Sítio Olho d’ Água da Igreja no mesmo bairro onde ele residia.

Moradores das proximidades de onde o delito ocorreu, disseram a polícia terem escutado alguns estampidos de arma de fogo, mas acharam melhor não irem verificar o que teria acontecido. Posteriormente populares que passavam pela estrada observaram que havia um corpo caído ao solo e informaram a polícia militar. O policiamento após confirmar a veracidade da denúncia, solicitou a presença da perícia forense do cariri que ao chegar constatou que a vítima teria morrido ao ser alvejada três disparos de arma de fogo, dois na altura do abdômen e outro na altura da face para em seguida fazer o traslado do corpo para ser necropsiado.

De acordo com a polícia militar de Milagres, consulta realizada junto ao Sistema de Informações Policiais constatou haver contra “Pedim”, dois mandados de prisão em aberto, ambos oriundos da comarca de Milagres/CE por tentativa de homicídio doloso. Ainda segundo a PM, a vítima já havia cumprido pena na Penitenciária Regional do Cariri e respondia a inquérito policial como usuário ou dependente de drogas.

Já por volta das 23h20min, policiais do destacamento militar de Salitre receberam uma denúncia, via telefone, dando conta que no Distrito de Lagoa dos Crioulos uma mulher havia praticado suicídio por enforcamento. Uma guarnição sob o comando do Sargento Airton deslocou-se para o local onde foi informada pelo esposo da vitima, o agricultor Tadeu Francelino do Nascimento, que a vítima trata-se da agricultora, Inês Zumira de Luna, 46 anos de idade.

O homem afirmou aos militares que ao sentir falta da esposa, após se acordar de um cochilo, pois estavam assistindo televisão no sofá da sala de casa, que ao sair para procurar a mulher encontrou a mesma morta pendurada por uma corda em volta do pescoço, fixa em um galho de árvore ao lado da casa do casal. Tadeu Francelino disse ainda disse aos policiais que Inês Zumira sofria de depressão. O corpo da mesma a princípio, foi levado por uma ambulância para o Hospital Municipal de Salitre, e posteriormente trasladado pela equipe da perícia forense do cariri para ser submetido a exame cadavérico.

©Todos direitos reservados a Caririceara.com. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível de ação judicial com base na Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998 dos Direitos Autorais.

Leia também



PATOM

Enquete